sexta-feira, 23 de setembro de 2016

A MENINA FEIA

conto de Scorpion

Sempre tive um fetiche,ou uma fantasia, de fazer sexo com uma mulher desconhecida. Nunca tive oportunidade, até que encontrei Rebeca, pela internet. Ela pensava como eu, queriamos um encontro sem muitas informações e referencias.

Combinamos um encontro quase às escuras, sem fotos,sem descrições,sem informação nenhuma um do outro.Depois nos falamos pelo celular,apenas prá marcar o horário e o local.
A expectativa me deixou excitado e a minha imaginação corria solta.

Nos encontramos no estacionamento de um shopping, e quando vi a Rebeca,perdi um pouco o entusiasmo,fiquei um pouco decepcionado. sua voz era bonita,mas Rebeca era feia.Rebeca tinha um nariz muito grande ,o rosto comprido, e era muito magra,parecia uma tábua, usava uns óculos feios .
Não sei se ela percebeu a minha decepção e não deu importância,porque logo que eu disse 'oi',ela segurou o meu rosto e me deu um delicioso beijo na boca

Foi um beijo muito delicioso,aquela menina feia tinha uns lábios muito macios e chupava minha lingua com muito tesão.Estava uma delícia..Não queria que aquele beijo acabasse.Fiquei me perguntando se eu merecia um beijo daqueles,depois do tinha pensando sobre ela.Puxei-a para mim e a beijei novamente.Eu tinha adorado aquele beijo e queria outro. Eu não sei explicar,mas me deu um tesão louco por aquela menina feia.

Sem conversarmos muito fomos para um motel,no meu carro.

Ainda no carro ,no primeiro semáforo,nos beijamos furiosamente,ela tirou o meu pau de dentro da calça,e começou a me masturbar. Encostei e ficamos nos beijando, enquanto Rebeca me masturbava  loucamente. Ela falava no meu ouvido : “pau gostoso,tesão, soca esse pau na minha boca,me diz que sou a sua puta,fode a minha boca,come o meu cú,judia de mim,ahhh,” Rebeca respirava forte no meu ouvido e gemia e me punhetava apertando o meu pau quase com raiva e me beijava,dizendo palavras de carinho e ao mesmo tempo me xingando, mordendo o meu lábio,e queria que eu esporrasse ali mesmo,na sua mão.Ficou apertando meu caralho fazendo movimentos de vai e vem e eu não resisti e gozei,melecando a mão dela .Ela pegou a porra que saia e esfregou no  meu pau ,depois lambeu os dedos.Sorriu e me mandou dirigir.

No quarto , ela entrou e deitou-se na enorme cama,  e ficou me olhando. Ela tinha me enlouquecido, me deitei ao lado dela e comecei a passar a mão pelo corpo dela,enquanto a beijava

Ela me chamava de tarado,meio rindo,e tirou a blusa ,ficando nua da cintura prá cima. Quase não tinha seios, mas eu já não me importava.Então eu a apertava,puxava,esfregava a mão na sua buceta,vinha por cima dela,querendo beijar o seu pescoço,

Comecei a beijar ela que nem louco,chupava seus peitos com força,tirei a calça comprida dela, arranquei sua calcinha e quase enlouqueci.Ela tinha a buceta mais apetitosa que eu já tinha visto , cheirosinha,os lábios polpudos,a xoxotinha depilada,lisinha,afastei os labios da xota com dois dedos e ela ficou semi aberta, convidativa . Lambi de baixo pra cima e coloquei a lingua apertando o clitóris.

Abri bem suas pernas e comecei a chupar aquela delícia. Colocava a língua lá dentro,sugava e mordiscava o grelo,dava tapinhas na buceta,no grelinho,ela gemia enlouquecida,eu disse que ela tava me deixando louco ela só gemia,pedia pra eu dar tapinhas no seu grelinho,prá bater na xoxota.

Rebeca falou que estava louca de tesão,me olhando chupar a sua buceta,enquanto chupava ,comecei a masturbar o grelinho dela,ela gemeu,se contorceu e rapidinho gozou como uma cadelinha,

Depois de um beijo delicioso na minha boca,Rebeca começou a beijar o meu peito todinho,morder meus mamilos,morder meu cacete ainda dentro da cueca,me olhando com carinha de puta,tirou a cueca, me punhetou e começou a chupar meu pau,enquanto sugava,dizia que meu pau era delicioso.

Rebeca cuspia nele,lambia ele todinho,foi descendo,chupou meu saco,chupou uma bola de cada vez,eu estava louco de tesão,comecei a gemer e a mandar ela chupar,ela me mandou chamar ela de putinha então eu dizia “chupa minha putinha” ,eu puxava os cabelos dela,estava quase gozando,mas não queria gozar ainda,disse que queria comer a buceta dela,ela me empurrou para deitar,veio esfregando a buceta pela minha barriga,deixando a umidade do seu gozo na minha pele, foi descendo,esfregou a cabeçona do meu pau no seu grelinho,pegou uma camisinha,eu coloquei, e ela veio por cima de mim, fazendo o meu pau engolir aquela delicia,eu ficava louco do jeito com que ela rebolava no meu pau,ela ficou por cima de mim,me cavalgando e ficava colocando e tirando o pau da buceta,segurava o pau dentro da buceta e ficava contraindo a xoxota,apertando e soltando o pau,me beijava,me mandava morder seus mamilos,até que não aguentei e disse que ia gozar..

Então começou a subir e a descer rapidamente,dizendo “goza na sua putinha,me enche de porra”, rebolava muito rapido e eu não consegui mais segurar e gozei loucamente, enchendo a camisinha dentro da buceta dela de porra.

Ela me fez tirar o pau de dentro dela, tirou a camisinha e me falou : “manda eu engolir a sua porra,me xinga”...e eu dizia “engole minha porra sua vadia.” Ela engoliu me olhou com cara de safada e lambeu o meu pau todinho.

Fomos tomar banho, eu ensabooei ela todinha,e comecei a esfregar o sabonete na sua xaninha, com ela apoiada na parede e com a bunda virada prá mim.Muitos beijos e encoxadas debaixo da água,eu esfregando sua buceta.

Rebecca me puxou prá cama e começou outra seção de xingamentos,gemidos enquanto sentava na minha cara e começou a rebolar na minha boca e minha lingua,mandando eu lamber,esfregava a buceta com força na minha cara,masturbava o grelinho,dizia que queria gozar na minha boca,apertava seus peitinhos,e por mais que eu chupasse ela não conseguia gozar,mas ela queria,dizia “quero gozar,me faz gozar,seu puto !”,então eu a coloquei deitada e cravei a boca naquela xoxotinha,quase engolindo o grelinho dela. Ela gemia como uma gatinha e fazia movimentos com os quadris,empurrando a xana para minha boca. Ela escancarava as coxas e. cada vez mais arreganhada, gemia e quase gritava .Meti um dedo em sua xaninha, ela escancarou ainda mais as coxas,pediu dois dedos,ela estava encharcada

.Minha boca não parou de chupar,lamber,beijar a bucetinha .Rebecca começou a gritar segurando minha cabeça empurrando de encontro a buceta com ambas as mãos. Meti outro dedo em sua xota, chupei o grelinho,fiz um rapido entra e sai com os dedos bem lá dentro dela, até sentir que ela esmagava meus dedos com a xoxota, até que ela gozou safadamente na boca, deixando meu queixo completamente molhado . Terminou de gozar apertando minha cabeça entre suas coxas .

Depois se esticou e cochilou. Eu também.

Acordei com tesão pela minha deliciosa menina feia.Acordei ela quando comecei a chupar sua buceta como um animal

Coloquei ela de quatro e chupava sua buceta alternando com o cuzinho ,mordiscava suas nádegas,fodia sua xoxota com o dedo e ela não dizia nada,nem gemia.Louco de tesão,meti na buceta dela ,o pau estava ainda meio mole e foi crescendo dentro dela . Fodi um bom tempo com ela de quatro, em silêncio, só eu grunhia metendo com força,o unico som que se ouvia era do pau atolando a buceta.

De repente ela começou a gemer baixinho e dizia : “mete...mete ,filho da puta” e me mandou xingar ela de vagabunda e eu metia com força e perguntava pra ela se ela gostava de um pau ela dizia que sim,que queria toda hora ,que não cansava de dar e me mandou xingar ela de cachorra,de vadia e eu xinguei ela mandou eu falar mais alto,e eu quase gritei :”cachorra...puta..vagabunda “.Foi o que faltava para ela gozar como uma puta mesmo.Enquanto ela gozava eu parei de mexer  e fiquei sentindo as contrações da buceta dela.

Ela ficou deitada de bruços na cama,recuperando a respiração. .Foi o tempo de eu pedir uma bebida, a gente bebeu, se beijou, quase não conversou, e eu já estava com tesão de novo

.E,depois de beijar e acariciar suas costas,nuca e coxas, comecei a lamber seu cuzinho. Ela percebeu o que eu queria e só falou: “aproveita,amor.”..continuei lambendo e resolvi trocar minha língua por um dedo e fiquei massageando seu anelzinho,e aos poucos fui enfiando um dedo em seu rabinho.

Ainda deitada ela falou pra eu pegar um creme na bolsa,peguei passei no seu anelzinho,e o meu dedo começou entrar e sair mais facilmente, Rebeca começou a gemer e a rebolar no meu dedo. Passei a enfiar dois dedos,ela gemeu :”que delicia!” ,Com ela deitada de bruços na cama, encostei a cabeça do pau bem na entradinha de seu cuzinho e fiquei forçando devagar, ela abriu as nádegas com as mãos
e a minha pica começou a deslizar pra dentro do seu cuzinho. A cabeça entrou e ela soltou um gemido alto.

Fui empurrando a pica aos poucos e quando me dei conta estava com o caralho todo espetado no cuzinho dela. minhas bolas esfregavam em sua bunda, Quando ela começou a forçar seu corpo para trás,passei a bombar com força,Ela estava deitada na cama, tinha posto um travesseiro por baixo dela, para levantar um pouco seu corpo, e eu agora a fudia com vontade,ela começou a se masturbar,eu fiquei metendo com força naquele rabo, ela disse que estava louca de tesão e ia gozar, mandou chamar ela de cadelinha,eu disse  que também estava louco de tesão, e não agüentava mais,e gozei,urrando de prazer,senti a porra esguichando dentro dela,o cuzinho mastigando meu pau..

Tirei o pau ainda pingando,todo melado.Ela se virou me olhou e disse: “gozou,filho da puta? gozou safado?” eu disse “gozei.gozei na minha putinha safada.” Ela estava se masturbando,batia no grelinho e disse: “vou gozar também..mija em mim...” eu não entendi, ela gritou enquanto se masturbava furiosamente: “mija em mim, caralho...”

Naquela situação,ainda excitado,entrei no seu jogo.Logo que comecei a mijar sobre o seu corpo ela gritava e dizia que não estava mais aguentando, até que vi ela apertar sua buceta e enquanto eu esguichava urina pelo seu corpo ela gozou intensamente. Depois, me olhando tirou os dedos de dentro dela e lambeu e estendeu pra mim e mandou eu provar. 

Confesso que fiquei um pouco assustado com aquela menina feia,mas mesmo assim,pedi pra ficar com ela de novo .Ela não quis e nunca mais saiu comigo também. Lamento até hoje.

3 comentários:

Chocolícia disse...

Foi intenso! Fiquei excitada!!

Beth, a feia disse...

Finalmente um conto com uma garota da vida real! Nas estorinhas fantasiosas a garota sempre é rabuda, linda, peituda... agora posso ter esperanças em transar com um excelente amante como vc!

Feia disse...

Ahahah, quem prova "feia" não quer outra coisa... Bj