segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

TARA PELA 'FICANTE' DO MEU FILHO

conto de Scorpion
















Daniela era amiga do meu filho Ricardo.. Ela estava sempre em casa, fazendo trabalhos da faculdade ou por algum outro pretexto.
Eu acho que ela era apaixonada por ele, mas ele não gostava dela . Os olhares dela, o jeito como o tratava revelavam que ela estava realmente apaixonada.
Daniela era muito míope,uma gordinha muito bonita, de coxas grossas e ombros largos.,alem dos seios fartos. O meu filho Ricardo nao gosta de mulheres fofinhas, mas parece que Dani não entendia isso, sempre se fazendo presente.
Um dia, Ricardo, Daniela e mais alguns amigos foram para uma balada e lá, todos beberam muito.. Trouxeram Ricardo e Daniela meio bebados , os dois moles.
Depois de uma pequena reunião familiar decidimos que Dani ia dormir lá em casa,no nosso quarto de hóspedes.
Ela dormiu logo pois estava tonta da bebida.
Eu confesso que fiquei muito balançado com a presença dela dormindo em casa.
Há muito tempo que eu tinha tesão naquela gordinha e lembrar dela dormindo ali, perto de mim, me deixou excitado.
Dei uma olhadinha e percebi que ela tinha tirado os tenis e a calça, pois eles estavam ao lado da sua cama. Mas ela estava com um lençol sobre o corpo.
Imaginar que aquela gordinha gostosa estava dormindo só de camiseta e calcinha me deixou de pau duro.
A noite foi passando ;eu sem conseguir dormir , fui até a cozinha.. Estava muito excitado ,e quando passei em frente ao quarto dela,vi que a porta estava semi aberta, fiquei na porta,hesitando se devia ou não entrar, até que ela percebeu e falou bem baixinho:
: - "Ricardo ?," ela perguntou ." É você ?", obviamente me confundindo com meu filho, eu sabia que ela não conseguia ver nada ,apenas um vulto,porque era muito míope e estava escuro
Antes que eu tivesse a iniciativa de responder ou de esboçar qualquer reação , ela prosseguiu : "voce é louco, meu ? Sua familia pode perceber . O que tá fazendo aqui ? "
" Nada", eu murmurei sem saber o que dizer. Meu pau palpitava,de tão duro.
Ela disse : - "sabia que você queria ficar comigo. Percebi pelo jeito carinhoso com que você me tratou na balada. Voce é muito atencioso. Só não ficou porque a sua namorada tava lá, não é ?"
"É", eu disse..
" Sabia", ela respondeu ,.." voce sabe que eu tenho o maior tesão por você, Ricardo ? "
-" Eu também tenho o maior tesão por você", eu disse , bem baixinho, disfarçando a voz.
" Eu percebi"ela falou "adorei a surpresa" ela disse ,tirando a camiseta e a calcinha.." sou sua."
Então pedi pra ela fechar os olhos , peguei a camiseta e vendei os olhos dela. Ela protestou , dizendo que já estava escuro, mas só disse, " fica quietinha" e pedi pra ela apenas sentir...
" faço o que voce quiser, Ricardo.." ela respondeu
Mais tranquilo, eu fui me acalmando. Agora tinha certeza que ela não ia me reconhecer e continuaria pensando que era o meu filho.
Mais relaxado, pude ceder à tentação daqueles peitos macios.
Senti-os com as mãos sedentas e com a boca e então chupei como um desesperado , até os mamilos ficarem durinhos.
Mordisquei os biquinhos durinhos , suguei, suguei, enquanto sugava um, apalpava o outro com a mão .
Daniela   estava louca, se contorcia e gemia, falava : "que delicia, que delicia.…"
Continuei na minha viagem : desci a lingua pelo barrigão macio dando beijinhos e mordidinhas  e cheguei na sua grutinha, quente, macia e molhada. E beijei. Lambi bem devagar os grandes labios,de baixo pra cima , sentindo o gosto....
lambi rapidamente  o grelinho , durinho, delicioso. Sem pressa . Ela gemia de tesão, repetindo : "que delicia,que delicia..que tesão "
Então comecei a chupar… chupar… e ela rebolava…as vezes lambia também seu cuzinho. Enfiei dois dedos na buceta… e ela não se aguentava…Sua buceta estava completamente ensopada, eu sentia o liquido fluindo junto à minha saliva.
Falei: "gostosa… goza na minha boca…"  e meti a lingua furiosamente em seu sexo, abocanhei com gosto , dando chupões e lambendo seu grelo com fúria , enquanto ia fudendo com o dedo aquela xaninha apertada e molhadinha dela… Ela gemia dizendo : "gostoso,gostoso, " Isso me deixava mais louco ainda, meu pau pulsava e eu enlouquecia quando ela gemia e apertava meus dedos com a buceta. Ela gemia e eu não parava  de fazer aquele movimento de vai e vem acompanhado de loucas chupadas no grelinho. Ela então sussurrou... -vou gozar!!!
Comecei a sugar mais rapido o seu grelinho a esta altura totalmente inchado, até ela gozar na minha boca., com um tranco e um espasmo . Assustei-me, mas continuei chupando todo seu gozo, até ela afastar a minha cabeça, me mandando parar .
Ela ficou deitada, arfante. Eu não podia ver o seu rosto mas imagino que estivesse de olhos fechados. Nesse meio tempo ela havia tirado a venda..
Fiquei receoso que a visão dela tivesse se acostumado com o escuro e ela fosse me reconhecer, mas alguns minutos depois, ela ficou de quatro, pegou no meu braço e disse :
"- vem, Ricardo, me fode..."

Assim,de quatro, ela não podia ver o meu rosto e por sorte é a posição  em que eu mais gosto de foder a mulher.
Daniela empinou a bundinha e disse : "vem, amor "
Apertei suas nadegas e beijei seus quadris
Ela começou a rebolar e dizer que queria logo sentir meu pau.
Coloquei o pau duro prá fora do calção que uso prá dormir e me posicionei atrás dela.
Daniela colocou uma mão para trás, pegou meu pau e posicionou bem na entradinha.da buceta . Empurrei bem forte e entrou a cabeça. Bem baixinho,quase sussurrando ,ela pediu mais. Enfiei mais um pouco e entrou metade.
Ela começou a gemer  e disse que queria tudo lá dentro.
Comecei a me movimentar e num instante o pau entrou por completo, sobrando de fora só as minhas bolas.
 O pau entrava e saía alucinadamente daquela bucetinha lubrificada pelo seu gozo, , sem parar.
Ela começou a dizer: "Me fode, gostoso. Mete, mete, me fode...".
Enquanto eu a comia, ela se  tocava na bucetinha . Eu dava tapas na bunda dela, e ela pedia pra eu meter mais forte.
Quando ela começou a rebolar a bundinha, da maneira mais sexy possível, não aguentei e gemi : "vou gozar, vou gozar "...
"Goza amor, goza ,me enche de porra "....
Senti o prazer percorrendo meu corpo e  esporrei nas costas, nadegas e nos quadris dela, soltando urros de prazer, sentindo meu corpo todinho tremer na mais gostosa metida que já havia dado.
Ela se esticou na cama: " agora preciso tomar um banho," ela disse,tateando à procura dos óculos.Eu saí rapidamente enquanto ela se virava pra procurar a roupa. Foi algo maravilhoso, especial.

No dia seguinte,percebi ela conversando com o meu filho e depois me olhando,desconfiada.(tonixscorpion@gmail.com)