quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

CLARINHA – SEXO POR TELEFONE

CONTO DE GABRIEL

Conheci Clara numa sala de bate papo,à tarde. Começamos a trocar mensagens,e logo descobrimos muita afinidade.Gostei do seu jeito,ela parecia ser muita simpática e inteligente,fiquei com vontade de ouvir a sua voz.

Perguntei se podia ligar prá ela ,ela disse que naquela hora não podia,porque seu marido estava chegando e tinha muita gente na sala. Perguntou se podia me ligar mais tarde,de madrugada.
Minha mulher estava viajando e eu disse que sim.

De madrugada ela me mandou um torpedo e eu retornei e liguei prá ela . Clara tinha uma voz muito gostosa,suave,meio rouca e estava quase sussurrando,porque não estava sozinha.A familia dela estava dormindo e ela estava no quarto da empregada que ficava na parte de baixo do sobrado.A empregada estava de folga e ela achava excitante estar ali.

Disse que tinha gostado muito do nosso papo e perguntou o que eu achava da sua voz. Eu disse que tinha adorado a voz dela,suave..gostosa,muito sensual.Ela sorriu,parece ter gostado.

Como eu tinha tido pra ela que escrevia contos eróticos ela me perguntou se eu podia ler um conto prá ela. Li uns quatro, meus e dos outros. ..Quando acabei de ler ela me disse  :

- que voz bonita você tem, disse Clara.adorei seus contos, to começando a ficar excitada.

- Sua pele é tão macia como sua voz ?,eu disse,já alisando o meu pau
- é,
- imagino seu corpo lindo,macio,seu marido é um cara de sorte
- eu também acho, ele é um gato

- se eu estivesse aí ia passar a mão pelo seu rosto..devagar.
- eu sinto..sua mão gostosa...forte e suave
- passo a mão na sua nuca
- gostoso..estou sentindo pela sua voz
- cabelo gostoso, perfumado.

- não se aproxima assim..
- hum, que delicia..deixa eu cheirar seu pescoço
- ai, nao faz isso, tá encostando muito..to sentindo seu nariz no meu pescoço
- vc gosta ?
- adoro..
- e esses lábios deliciosos ? eu não resisto,não
- ..que tentação..queria me beijar de verdade ?
- queria..sente ..hum...

- .........sinto...me beija de novo..me abraça
- assim ?
- hum, hum...
- te imagino com um beijo delicioso, clara,
- o seu também..sua lingua me invadindo..
- vou passar a mão pelo seu corpo.como está vestida ?
- com uma calça jeans e de camiseta..
- enfio a mão por dentro da camiseta e toco suas costas..seus seios..
- gabriel...estou ficando excitada..
- desço a lingua pelo seu colo, sua barriguinha
- ah..aii

- tira o soutien, clara..quero que tire o soutien e toque seus seios..
- espera...tirei..estou tocando meus seios agora
- imagine meus labios nos seus mamilos...ahh, vc me deixa louco..vc é muito gostosa..
- gostoso é vc..
- estou com tesão por vc..
- eu tb..vemm..
- tira a camiseta..tira...
- não posso...não posso..
- tira, tira imaginando que eu to tirando

- .vou tirar...pronto
- vc é linda..chupo seus seios
- o que vai fazer comigo, gabriel ? me diz !!
- lamber todo o seu corpo,chupar sua bucetinha,morder suas nadegas,sentar vc no meu colo, de frente pra mim..te comer bem gostoso, te colocar de quatro e te encoxar..esfregar meu pau no seu cuzinho..

- ai, gabriel..chupa meus seios...eu adoro
- ai, que peitinho gostoso...ahh
- chupa assim..ai, que loucura..acho que estou ficando louca..morde assim, devagarinho..delicia..delicia..chupa mais..
- clara..
- humm, fala,...
- cade sua mão ?
- o que voce quer dizer ?
- abre o ziper de sua calça,quero que abra..imagina minha lingua na sua virilha
- não posso..não..alguém pode acordar e me ver

- abre..enfia a mãozinha e toca seus pelinhos..só toca os pelinhos,vai clara
- abri, estou tocando, imaginando que é vc
- isso... desce mais,,mais...assim... desce a calça
- nao posso, gabriel, vou ficar pelada...to no quarto da empregada..ja pensou se alguem me ver pelada aqui?

- entao eu tiro....desço ela devagar...acariciando suas pernas
- vc é louco,eu não resisto ,tirei....estou de calcinha
- só ?
- só..me acaricia por cima da calcinha
- acaricio ,clarinha..agora desce a calcinha..passa o dedo levemente nos labios da xaninha..imagina que é minha lingua
- to passando..humm..

- acaricia o grelinho, imaginando minha boca
- estou acariciando...nem acredito, gabriel, estou pelada aqui  me masturbando.. alguém pode me ver...estou adorando vc..
- fala o que vc tá fazendo...fala...
- eu estou aqui arreganhada na cama com dois dedos socadinhos bem fundo na xota imaginando você me comendo.

(Nessa hora Clara colocou o fone perto da boceta ,e eu ouvi o barulhinho da xota molhada sendo socada.)

- to dando uns tapinhas bem no meio dela ,aiii.,(ela dizia bem baixinho...)

- Que delícia que você é, que tesão..isso safada,soca fundo nessa boceta,fode ela pra mim.
- Geme pra mim, Gabriel...
- Aii, tesão..gostosa. eu comecei (eu gemia feito louco,batendo punheta apertando meu pau)
- Molha um dedo e enfia na buceta ,vai ,esfrega o grelinho e geme prá mim....
- Me masturba,Gabriel..fala o que vc quer que eu faça,eu obedeço..

- Isso,isso..cê tá molhada ?
- To molhadinha..molhadinha..
- Lambe os dedinhos com seu melzinho.
_ humm...hum...to lambendo..lambe vc Gabriel..,,humm
- Assim ? delicia...
- Continua,amor...

- Deixa o dedinho bem molhado de saliva e passa a pontinha do dedo no grelinho..inchadinho prá mim...
- Só prá vc,amor,vem beijar,vem lamber,vem me morder...aiii
- Esfrega o dedinho em circulos sobre o grelinho..isso..aii
enfia dois dedos agora dentro dela e fode essa buceta...
fode..fode clarinha..isso, geme pra mim..
- Gabriel,quero vc aqui...quero vc dentro dela..quero sentir teu pau rasgando minha buceta molhadinha
- Tesão..to aqui batendo punheta imaginando vc,

- coloca o telefone perto dele..quero ouvir o barulho da sua mão na pica.. ( coloquei e ela ouviu o barulho molhado do vai e vem. Clara começou a gemer)
- Vem, Gabriel,quero sentir voce enfiando ele todinho na minha bucetinha...
- Safada...vadia..
- Isso, me xinga..me bota de quatro e enterra...

- Cachorra...
- aiii. eu to sentindo,to sentindo seu caralho todo enfiado na minha buceta.. aiiiii...aiiiii...quero beijar voce todinho....enquanto voce rasga a minha buceta com o seu pau....seu cachorro safado, filha da puta....vem.. me fode toda....me fode todaaaa....quero sentir seu pau batendo na minha bunda...

- aiii, eu gemia e me punhetava que nem louco..e xingava ela de cachorra, de vagabunda,de vadia..
- isso, isso..quero sentir seu pau batendo na minha bunda
quando voce estiver me comendo de quatro...e me fudendo,cachorro ...quero voce, Gabriel,meu macho safado....

- Putinha !!!
- Sou mesmo, sou sua putinha...sua cadelinha....sua tarada....aiii, aiii vou gozar no seu pau ....deixando ele todo meladinho com meu gozo...hummmm...seu filha da puta safado
- To te fodendo bem gostoso,to com pau todo na sua buceta..batendo na sua bunda..

- ...eu tô sentindo meu macho...eu tô sentindo o seu caralho todo enfiado na minha buceta.......Me xinga, me xinga,grita..
- SUA PUTA, SUA VAGABUNDA,SUA VADIA..
- Isso,xinga mais,mais alto..
- CACHORRA,VADIA.. PUTINHA..
- vou gozar, vou gozar...(Clara soltou um sussurro de gozo,e disse..to gozando tooog goooozandddooooo...aiiiaiai
Quando ouvi ela gozando, senti que ia gozar também....e disse :- vou gozar na sua buceta molhada....tõ gozando nessa buceeeeetaaaaaa ,cachorra...minha femea, minha delicia...
-..............................................
-....................................................

Depois com a respiração ofegante, ela me disse:
- Gabriel?
- Oi..eu respondi também ofegante..com a mão toda esporrada..
- Gozei gostoso,Gabriel,vc é delicioso..molhei a cama toda da empregada..vou ter que trocar os lençóis..vc gozou ?
- Gozei gostoso...
- Humm,queria que fosse na minha boca...
- Safada..
- Vou ter que desligar..adorei vc..

( conto de Gabriel - narcisosantos@hotmail.com)

Nenhum comentário: