quinta-feira, 18 de julho de 2013

COMENDO A MINHA NORA NO BANHEIRO

za6Conto de Scorpion 

 

Já disse, que, depois da primeira vez que fiquei com a namorada do meu filho,  eu fiquei envolvido, acho que até apaixonado. E que a gente trocava  olhares cúmplices, alegres, tristes, ciumentos.. E a nossa relação era tão intensa que  Patrícia percebia quando  eu estava triste,ou ciumento, .

Um dia, fomos passar um fim de semana no sítio dos pais dela. Logo que chegamos, Patrícia e meu filho deram um jeito de sumir por toda a tarde.

Como eu disse, Patrícia sabia quando eu estava ciumento e nesse dia eu estava tanto com ciúmes quanto com tesão.

Por isso , eu acho, me pareceu que ela me seduzia todo o tempo: com o seu

delicioso olhar de eterno cio , apertando minha perna por debaixo da mesa .

Nos cruzamos por acaso no corredor  e  aproveitamos  para mostrar um ao

outro o tesão que estavamos sentindo.. Fingindo ser por acaso, discretamente,

a namorada do meu filho encostou  a deliciosa bunda em mim  , roçando- se no

seu pau,

Assim foi o tempo todo. Na hora de dormir eu estava enlouquecido de tesão.
Minha mulher estava com dor de cabeça,tomou um remédio e dormiu logo.
No meio da noite levantei-me para beber um pouco de água. Quando voltava

da cozinha, nem pude acreditar: Patrícia estava entrando no banheiro ,no fim

do corredor. Estava com um robe colorido e estava linda.

Esperei. Quando ela estava saindo, sem dar tempo prá ela raciocinar,  entrei

com ela no banheiro , e fui logo agarrando ela : dei um longo beijo roubado e

molhado de tesão. Minha mão apalpava seu corpo e eu fui logo abrindo o

robe ela vestia por baixo um baby doll transparente.

Sem parar de beijar , fui apalpando e me esfregando nela,

aproveitando que ela se deixava levar por tudo que estava acontecendo,

Então eu fui chupando sua língua ,e minha mão descia e subia apalpando seus

seios. Fui logo descendo chupando seu pescoço....passando a língua na sua

orelha .

Então ela deixou que a alça do baby doll caísse, deixando a mostra seus

peitões, que alisei ate´que os biquinhos ficaram durinhos de tanto tesão....então

eu logo abocanhei e comecei a suga-los com vontade.

Mamava deliciosamente nos seus peitinhos, chupava , lambia seus seios em

toda a volta com minha língua molhada de tesão.

Tiramos toda a nossa  roupa e eu a coloquei sentada na pia,ela sentou e abriu

bem as pernas.

Deixando a mostra sua bocetinha polpuda, para que eu me deliciasse.
Então me ajoelhei e comecei a sugar  com muita vontade.
Ela gemia baixinho . sabia  que não podia gemer alto, prá ninguem  desconfiar

que a gente estivesse lá no banheiro transando.

Então eu mamei nela, sugando toda, eu lambia a laterais das suas coxas. Hora

lambia o grelinho ,outra passava a lamber a outra coxa.

Ela estava louca de tesão já muito molhada, então apertou minha cabeça

contra sua xaninha e eu comecei a mamar no seu grelinho , e fui mamando

mamando até que ela me mandou parar porque não queria gozar ainda.
Falou no meu ouvido que tava louca de vontade de me chupar.

Então ela trocou de lugar comigo,eu sentei na pia e ela ficou alisando meu 

pau  duro ...Ela ficou alisando, lambendo e eu mandei ela chupar.

Ela não se fez de rogada...abriu a boquinha e abocanhou meu cacete duro.
E começou a mamar....louco de tesão eu segurava sua cabeça.olhando sua

boca fazendo vai e vem no meu pau sugando deliciosamente meu cacete

duro.
E ficou mamando por uma eternidade  enquanto eu gemia baixinho . Estava

uma delícia... Tinha horas que eu segurava o cacete e falava para ela mamar o

saco.Adoro essa sensação de uma mulher engolindo meu saco.
E ela simplesmente , obedecia.....mamava hora numa bola ora na outra.
Depois subia lambendo o cacete por fora...e novamente abocanhava ........E

mamava muito até que eu pedi prá ela parar. Não aguentava mais de vontade

de enfiar o pau na buceta dela.

Ajudei-a se levantar...e ficar de costas e arrebitar a bundinha.
Então apalpei e dei uns tapinhas nela a e fui enterrando o cacete na xaninha

completamente  molhada.

E fui colocando tudo e dando fortes estocadas.

Meu corpo todo se arrepiava enquanto eu bombava cada vez mais na 

buceta da minha norinha . E ela pedia mais,com mais força.

E enquanto mais ela empinava a bunda , mais eu dava aquelas bombadas

fortes enquanto com minhas mãos famintas segurava seus seios enormes e

quentes .

E fui metendo, metendo até que senti que ia gozar  . fiz ela se virar de frente prá

mim e pegar no meu pau... Me beijando loucamente, chupando meu pescoço,

ela começou a me punhetar, sua mãozinha era macia , deliciosa.  Em poucos

minutos eu comecei a sentir o gozo percorrendo meu corpo . um calor

começou a subir pelas minhas pernas, pelos meus gemidos abafados , Patty 

percebeu e acelerou a punheta! O primeiro  jato forte de porra foi para a

barriguinha dela. Ela me pediu pra olhar pra cara dela, quando gozei.  Não

parou de de me punhetar. Ela ficava apertando a cabecinha, e me olhando, 

deixei sua mão toda  melada de porra . Ela ficou me punhentando e me

beijando  até me esvair todo.

- Agora quero  gozar, ela me disse, bem baixinho, no ouvido. . Só então me dei conta que minha norinha não tinha gozado ainda.

Coloquei ela sentada na pia , abri bem as pernas dela. ..Enfiei dois dedos dentro dela, enquanto chupava seu clitoris. Sugava com vontade  . Socava os dedos nela...E Patty . rebolava, devagarzinho...pra frente e pra tras...lambendo os lábios...mordendo os lábios. 

Falou que ia gozar.....aiiiiiiii e gozou na  minha boca contorcendo seu grelinho.
Eu não parei de chupar,desci a língua  e lambei todo o melzinho...até ela quase

gozar novamente.

Ouvimos barulho na cozinha e ela me empurrou prá longe dela , vestiu o robe, pegou o resto da roupa e saiu.. Sai logo depois,, fiquei pensando nela até adormecer, .

( tonixscorpion@gmail.com )

Um comentário:

Claudio Elias Do Nascimento disse...

Jesus Cristo Está Voltando!!!