segunda-feira, 29 de abril de 2013

FANTASIA REALIZADA

festa1 Autor Desconhecido

 

" Nesses longos anos em que transo relações de swing, menage e outras, mas a que relato hoje é uma das que mais me deu tesão na época em que ocorreu, pois sempre foi uma fixação e um fantasia que eu sonhava realizar e que nunca tinha tido a oportunidade.

Sempre adorei ver filmes gays onde aparecem aquelas cenas de relação homossexual. Achava maravilhoso e lindo ver dois homens se beijando, se chupando e metendo um no outro. Sentia a maior tesão em me imaginar participando de uma relação destas, mas nem imaginava quando teria uma oportunidade.

Uma certa noite estava na casa de um amigo sem fazer absolutamente nada e recebemos um convite para ir a um baile de Comenda em um tradicional Clube do Interior do Estado. Este casal que nos convidou e que vou chamar de Nelson e Ana eram membros da Diretoria desse Clube e como não tínhamos nada melhor para fazer mesmo resolvemos ir . A festa estava maravilhosa e acabamos saindo de lá em torno de 04:00 hs. da manhã completamente bêbados. Eu quando bebo fico bem louquinha, tendo que me segurar para não dar vexame, a minha tesão fica incontrolável e a flor da pele.

Como já estava muito tarde resolvemos dormir na casa destes amigos , a nossa relação estava bastante desinibida, pois já havia rolado algum clima de sensualidade entre nós, com muita exibição e voyerismo embora não tivesse havido nada mais sério. Chegamos em casa e ficamos conversando, trocando idéias sobre fantasias, fixações e desejos. Dançamos, trocamos de parceiros, nos apertamos, nos bolinamos e foi-se criando uma situação altamente erótica para todos. Como já havíamos trocado confidencias e eu sabia que uma das fantasias da Ana também era ver uma relação homossexual e como havíamos combinado tentar realiza-la nesta noite a qualquer custo, inventamos um jogo de cartas onde quem tirasse a carta menor tinha que tirar uma peça de roupa e após tirar toda a roupa deveria cumprir a ordem de quem tirasse a carta maior.

Valia tudo e não podia ser dito não, o Nelson que queria a muito tempo comer o cuzinho da Ana, perguntou se também estava valendo isto e quando ela disse que sim, topou no ato, meu companheiro nem chiou pois adorava uma sacanagem. Meu companheiro como já estava só de calça foi o primeiro a se pelar e teve que cumprir algumas tarefas antes dos outros, chupou a chana da Ana enfiou a língua no cuzinho dela, teve que punhetear o Nelson. Eu perdi diversas vezes seguidas e acabei ficando só de tanguinha, a Ana logo ficou pelada e quem se pelou por último foi o Nelson. Como não tinha mais roupas para tirar, deveriam ser dadas ordens de ação, meu gato ganhou e a Ana perdeu e a ordem foi que ela me desse um beijo de língua bem demorado. Depois eu ganhei e ela perdeu novamente, mandei que ela chupasse o pau do meu gato e assim foi até que eu ganhei e meu gato perdeu e eu sem titubear mandei ele chupar o pau do Nelson...

Ficou uma situação bem constrangedora, ele não sabia se cumpria o pedido e o Nelson não sabia se deixava fazer... Mas nós fizemos valer nossa vontade e após lembrar o que havia sido combinado, ameaçando deixar o jogo eles cumpriram a tarefa... Após isso o Nelson também o chupou... Numa outra rodada foi mandado esfregar o pau na bunda dos dois, a Ana teve que abrir o cuzinho para ser penetrada por eles, e pintou outros lances bastante sensuais que para nós as mulheres foi a realização de um desejo a muito acalentado...

Já eram mais de 06:00 hs. quando resolvemos deitar, foi feita uma grande cama na sala com dois colchões de casal e resolvemos deitar todos juntos. A Aninha estava só de tanguinha e o Nelson de cuecas. Esqueci de comentar a Ana é uma dessas mulheres gostosas, linda, cinturinha fina, quadris largos, seios enormes e bem firmes, bundinha empinada e cara de muito puta e safada, o Nelson é moreno, olhos negros e penetrantes, corpo bem trabalhado e uma bundinha maravilhosa.

Deitamos e começou a sacanagem meu gato começou a chupar meus seios, o Nelson fazia a mesma coisa com a Ana. Depois dei um jeito de me aproximar e cai de boca na chaninha da Ana metendo a língua na sua chana e o dedo no seu cuzinho, enquanto Nelson a agarrava, chupava e se esfregava na sua bunda. Eles apagaram as luzes e deixaram apenas um abajur ligado, aí que tudo começou a ficar diferente e muito mais interessante, no meio daquela chupação e enrosco, várias vezes passavamos a mão na bunda dos nossos machos e enquanto os chupávamos enfiei o dedo no cuzinho deles...

Eu estava enlouquecida de tesão.

Pegava as vezes a mão de um deles e fazia com que agarrasse e acariciasse o pau do outro que muitas vezes estava dentro de uma de nós. Quando meu gato foi dedilhar o grelinho da Ana e espalmou a mão na sua chana agarrou em cheio o cacete do Nelson que estava duríssimo e estava todo atolado naquele buraco. Aquela brincadeira começou a criar um clima de erotismo e de cumplicidade maravilhoso entre nós.

Eu sentia que todas barreiras haviam sido rompidas, meu gato colocou a Ana de quatro e atolou o cacete dentro dela começando a bombear, ela a gemia, rebolava e gritava como uma desesperada enquanto o Nelson dedilhava seu grelo e chupava os seios. Percebi que o Nelson estava bem ao lado do meu gato com o pau extremamente duro , maravilhoso as vezes inclusive chegava a roçar e encostar o cacete braços dele. Cochichei no seu ouvido que adoraria ver ele chupando e com aquele pau enterrado bem no fundo da garganta.

Como ele já estava meio alto mesmo e aproveitando a tesão do momento agarrou o pau do Nelson e começou a punhetea-lo. O Nelson adorou aquilo e começou a fazer carinhos no meu gato, terminando por dar um longo beijo na sua boca. Não acreditei... era tudo que eu imaginava... ondas elétricas percorreram meu corpo e a tesão ficou insuportável... Meu gato por sua vez se soltou e enfiou todo o cacete na boca chupando e lambendo como se fosse um picolé... A Ana sentindo que havia algo diferente rolando na ar, se virou e viu o que estava acontecendo, se posicionou e puxando meu gato enfiou o seu pau na boca iniciando um demorado e lambido 69.

A início achei que havia sido coincidência, mas hoje creio haver sido proposital, pois nessa posição ela deixou meu gato de cuzinho para cima e o Nelson ao ver aquela oferta nem pensou, começou a se esfregar na bundinha dele que virgem até ali ensalivando o cacete começou a penetra-lo lentamente... Ele sem pensar se abriu todo jogando a bunda para trás e forçando a entrada... Eu olhava maravilhada aquela pica entrando e saindo do rabinho do meu gato. Ele gemia, gritava, dizia que estava doendo, falava que estava sendo rasgado e estuprado, que estava sentido muita dor mas que a tesão era maior que as outras sensações. O Nelson começou a bombear a pica no seu cuzinho como um alucinado, até que o encheu de porra, que escorreu pelas suas coxas enquanto ele gozava na boquinha da Ana.

Mas eu queria mais, pedi para  a Ana chupar o  pau do Nelson e enquanto o beijava, meu gato veio por trás e se acomodou naquele cuzinho que também era virgem. Ele relaxou e meu gato meteu atolando tudo de uma só vez... Ele até tentou fugir mas o seguramos pelos quadris. Ele reclamou que estava doendo, mas que estava adorando e nós não tivemos pena dele. Foi iniciado um vigoroso vai e vem cada vez com mais força e mais tesão até que o gozo veio enchendo aquele rabo apertadinho de porra. Eu me masturbava a chupava a Ana, que fazia a mesma coisa comigo, as vezes o Nelson metia em mim e na Ana, o meu gato também. Eles meteram novamente um no outro, se chuparam, se beijaram...

Nós pedimos para que fizessem um 69 enquanto lambíamos o cuzinho deles, todos gozamos feito alucinados e caímos para o lado saciados. Dormimos até perto do meio dia, recuperando as forças e recomeçamos a brincadeira.

Agora ninguém era de ninguém, eu chupava a Ana, que chupava o Nelson, que metia em mim e no meu gato que metia nos dois... Nos chupávamos... Nesse dia em agradecimento eu a e Ana fizemos um show especial de carícias, chupação e penetração com dedos, consolo e outros objetos, para que os homens assistissem. A Ana que também era virgem no cuzinho deve ter ficado tão ou mais arrombada do que os dois, porque até eu tirei uma casquinha do cuzinho dela.

Depois dessa época a Ana ficou grávida e resolveu não mais participar de nossas brincadeira. O Nelson por sua vez se tornou uma completa Putinha conosco e até hoje quando tem oportunidade traz uma camisola, tanguinha, vestidos e pede para ser enrabado e para que o chamemos de putinha e vagabunda. Adora chupar e dar aquele rabo gostoso. Tem vezes que eu o enrabo com um consolo enquanto meu gato goza na sua boca, outras vezes ele dá o cú enquanto chupa a minha chaninha..

Estamos querendo arrumar mais um homem para comer o cuzinho dele, pois ele sempre afirma que nós fomos os primeiros e únicos a meter no seu rabo, e que depois de nós ele nunca mais deu para ninguém. Mas essa vai ser outra história...

quinta-feira, 25 de abril de 2013

SALA DE BATE PAPO

17062012125820-51 O QUE ROLOU

sala Imagens Eróticas Bol

(10:33:33) O Lobo mau entra na sala...
(10:33:35) Eduardo fala para Aninha: Talvez obate papo não seja exatamente o lugar ideal pra eu encontrar o que busco, mas não custa nada tentar.... se interessar a vc saber o que eu busco, me procure que direi e vejamos no que dá!

(10:34:05) H57Acompanhante entra na sala...
(10:36:58) Eduardo fala para shofia: ola gata tem um tempo gata para teclar-mos?

(10:37:36) H57Acompanhante sai da sala...

(10:37:40) shofia fala para FELIPE: oi
(10:37:47) shofia fala para FELIPE: não

(10:38:05) Bombeiro entra na sala...
(10:38:14) Bombeiro (reservadamente) fala para Todos: boa noite

(10:38:45) shofia fala para FELIPE: sim

(10:38:56) Julia entra na sala...
(10:39:26) Kasado_só_cam entra na sala...

(10:39:27) shofia fala para FELIPE: 14-8125-6508

(10:40:03) MENININHA entra na sala...

(10:40:12) Lobo Mau :)- sai da sala...

(10:40:27) euzinha entra na sala...

duq-28

(10:40:33) MENININHA fala para Bombeiro: OLA
(10:40:54) MENININHA fala para Bombeiro: 19
(10:40:57) MENININHA fala para Bombeiro: E A SUA
(10:41:16) MENININHA fala para Bombeiro: HUMMMMMMMMMMMMM
(10:42:01) MENININHA fala para Bombeiro: QUEM NAO GOSTA
(10:42:27) MENININHA fala para Bombeiro: MUITOOOOOOOOO
(10:42:45) MENININHA fala para Bombeiro: ADORO ESSA POSIÇÃO
(10:43:40) MENININHA fala para Bombeiro: SAO PAULO
(10:43:51) MENININHA fala para Bombeiro: VC E BOMBEIRO MESMO
(10:44:32) MENININHA fala para Bombeiro: HÃ
(10:44:55) MENININHA fala para Bombeiro: SARADO
(10:45:13) MENININHA fala para Bombeiro: SIM
(10:45:35) MENININHA fala para Bombeiro: MORENA CLARA OLHOS VERDES
(10:45:43) MENININHA fala para Bombeiro: 1,70 ALT
(10:45:56) MENININHA fala para Bombeiro: SIM
(10:46:05) MENININHA fala para Bombeiro: SO DE CALCINHA
(10:46:06) MENININHA fala para Bombeiro: PP
(10:46:21) MENININHA fala para Bombeiro: SO
(10:46:41) MENININHA fala para Bombeiro: E VC COMO E
(10:47:23) MENININHA fala para Bombeiro: VC E CASADO
(10:47:28) MENININHA fala para Bombeiro: MORA ONDE

(10:47:39) moreno_casado fala para estrela: oi
(10:47:48) moreno_casado fala para FOFINHA FOGOSA: adoro fofinhas
(10:47:55) moreno_casado fala para FOFINHA FOGOSA: podemos rtc

(10:48:17) MENININHA sai da sala...

duq-29

(10:49:15) loira 41 fala para Todos: nao tneho cam, só quero ver imagens gostosas
(10:49:41) debora fala para Todos: alguém de TI?

(10:49:56) loira 41 fala para Todos: namoro
(10:50:01) loira 41 fala para Todos: estou sozinha agora
(10:50:01) Bombeiro sai da sala...

(10:50:04) debora fala para Todos: alguém de TI?
(10:50:05) loira 41 fala para Todos: e carente
(10:50:05) marya entra na sala...

(10:50:10) loira 41 fala para Todos: 1,69 59 kg seios mediso bumbum grandinho
(10:50:13) loira 41 fala para Todos: cabelos chanel, nuca aparente compridos na frente

(10:50:17) debora fala para Todos: alguém de TI?

(10:50:25) lola fala para SepardoCarent: oiiiii
(10:50:44) lola fala para SepardoCarent: sim

(10:50:45) morena24 fala para Todos: alguem do rio ]

(10:50:48) lola fala para SepardoCarent: de onde vc
(10:50:53) ............... entra na sala...
(10:50:54) lola fala para SepardoCarent: 37

(10:51:07) moreno_casado fala para morena24: eu
(10:51:11) moreno_casado fala para morena24: sou do rj

(10:51:14) loira 41 fala para Todos: acbei de postar q nao tneho cam, desculpe

(10:51:17) lola fala para SepardoCarent: rgs

(10:51:22) morena24 fala para Todos: alguem do rio que falar pelo cel

(10:51:30) loira 41 fala para Todos: Kasado só cam leia....Nao tenho cam

(10:51:38) lola fala para SepardoCarent: sim kkk

(10:51:38) moreno_casado fala para morena24: podemos tc
(10:51:47) moreno_casado fala para morena24: vc eh de onde do rj?
(10:51:53) morena24 fala para Todos: 021 76425003(
(10:52:12) morena24 fala para Todos: 021 76425003 claro

(10:52:17) loira 41 fala para Todos: limeira sp
(10:52:35) loira 41 fala para Todos: tenho msn mas nao passaria agora
(10:52:57) loira 41 fala para Todos: namoro

(10:53:07) morena24 fala para Todos: 021 76425003 claro

(10:53:07) loira 41 fala para Todos: um juiz de direito
(10:53:30) loira 41 fala para Todos: estou carente

(10:53:31) morena24 fala para Todos: algeum do rio

(10:53:34) loira 41 fala para Todos: companhia
(10:53:42) loira 41 fala para Todos: atenção

(10:53:44) morena24 fala para Todos: 021 76425003
(10:53:56) morena24 fala para Todos: pode ligar estou esperando
(10:54:25) morena24 fala para Todos: 021 76425003 claro pode ligar agora
(10:55:24) anja sexy s cam entra na sala...

gif1-10 -

gif1-12 

gif1-13
.
(10:57:22) Lobo Mau :)- entra na sala...
(10:57:38) Lobo Mau :)- fala para FOFINHA FOGOSA: ???????????/

(10:57:38) BIA fala para PAU NA CAMERA: TENTEI ADD MAS NAO DEU ANDE DE NOVO OK

(10:58:54) Gustavo sp (reservadamente) fala para Todos: alguma mulher afim tc

(11:01:25) BIA fala para Lobo Mau :)-: OI TDB(
(11:03:00) BIA fala para garota sex: TD ENTAO ESTOU ACOMPANHADA

(11:03:02) JULIA entra na sala...

(11:03:18) BIA fala para garota sex: E ELE QUER MEU CUZINHO
(11:04:12) BIA fala para garota sex: MAS EU SO DOU SE ESTIVER VENDO UM LOBINHO TOKANDO PUNHETA
(11:04:19) BIA fala para garota sex: Q QI VC AXA-
(11:06:09) BIA fala para Lobo Mau :)-: MAS EU NAO TENHO CAM NAO FAZ MAL
(11:08:48) BIA fala para Lobo Mau :)-: NAO SOU DESLIGADA DO MUNDO VIRTUAL KBAÇO MSM
(11:11:27) BIA fala para Lobo Mau :)-: POR ISSO FUI SINCERA NAO FIK TRISTE
(11:11:48) loira 41 sai da sala...

01

(11:11:51) dengosa fala para Todos: q delicia
(11:12:04) JULIA fala para dengosa: ola
(11:12:46) BIA fala para Lobo Mau :)-: AQUI E DIFICIL AGIR ASSIM UMA VEZ QUERIA VER GAROTAS
(11:13:05) BIA fala para Lobo Mau :)-: E QDO FUI P RESERVAO ERA H

(11:13:13) JULIA sai da sala...

(11:13:30) BUCETINHA CAM entra na sala...

(11:14:18) BIA fala para Lobo Mau :)-: NAO FAÇO P OS OUTOS O Q FIZERAM P MIM
(11:14:36) BIA fala para Lobo Mau :)-: SEJA FELIZ GOSTEI D VC
(11:15:59) gato fala para Todos: oi as mulher

(11:16:10) BUCETINHA CAM (reservadamente) fala para Todos: cam reservado

(11:18:49) BIA fala para tor: VC ACOMPANHOU MEU PAPO C LOBO MAU/
(11:19:28) BIA fala para tor: SEI Q AQUI NAO E TERAPIA
(11:20:12) BIA fala para tor: 37 CASADA EMEU MARIDO QUER MEU CUZINHO
(11:20:39) BIA fala para tor: MAS EU QERO VER OUTRO PAU
(11:21:02) BIA fala para tor: NAO TENHO CAM
(11:21:26) BIA fala para tor: SEI Q NGM TOPA
(11:23:00) BIA fala para tor: ENTAO NAO VOU DAR MEU RABO HJ
(11:24:07) BIA fala para tor: ENTENDI Q PENA POIS ELE SO TOPOU PQ E MEU FETIXE

(11:25:06) BIA fala para BOMBEIRO 25 CM CA: E VC TOPA/
(11:25:41) BIA fala para BOMBEIRO 25 CM CA: TOCAR PUNHETA P MIM(.
(11:26:26) BIA fala para BOMBEIRO 25 CM CA: ENTAO NUM TENHO CAM[
(11:27:54) BIA fala para BOMBEIRO 25 CM CA: POIS E E NAO POSSO T PROVAR MAS VAI Q ALGUEM TOPA

(11:28:29) BIA fala para BIA: ELE TEM MTO CIUME POR ISSO NAO TEMOS CAM

04

(11:30:25) BUCETINHA CAM (reservadamente) fala para Todos: DESEJO VER PAUSUDO NA CAM
(11:30:33) BUCETINHA CAM (reservadamente) fala para Todos: ADORO PAU GROSSO
(11:30:33) BUCETINHA CAM (reservadamente) fala para Todos: GRANDE
(11:30:36) BUCETINHA CAM (reservadamente) fala para Todos: TARADO

(11:30:55) BIA sai da sala...
(11:30:57) Cadela no cio entra na sala...

(11:30:59) BUCETINHA CAM (reservadamente) fala para Todos: QUERO UM PAU GOSTOSO
(11:31:03) BUCETINHA CAM (reservadamente) fala para Todos: NA CAM

(11:32:16) pau duro fala para Todos: estou nu e quero bate uma punheta

(11:32:16) vagabunda cel fala para souza(h): faço muito melhor

(11:33:30) FOTOGRAFO fala para BUCETINHA CAM: viadoooooooooo
(11:33:36) FOTOGRAFO fala para BUCETINHA CAM: troxa fdp

(11:33:53) vagabunda cel fala para ksado uberaba: pelada

(11:33:57) FOTOGRAFO fala para BUCETINHA CAM: maricon hijo de la puta

(11:34:17) vagabunda cel fala para ksado uberaba: rj.
(11:34:46) vagabunda cel fala para FOTOGRAFO: vc e pervertido e tarado?
(11:35:04) vagabunda cel fala para FOTOGRAFO: ainda nao encontrei um macho q fale as piores putarias absurdas
(11:35:31) vagabunda cel fala para FOTOGRAFO: tc de onde?
(11:35:35) vagabunda cel fala para FOTOGRAFO: claro
(11:36:02) vagabunda cel fala para FOTOGRAFO: q pena
(11:36:11) vagabunda cel fala para FOTOGRAFO: gosto de fuder pelo cel

(11:39:34) BUCETINHA CAM (reservadamente) fala para Todos: desejo ver um pau dotado na cam
(11:39:40) BUCETINHA CAM (reservadamente) fala para Todos: adoro pau grande

(11:39:49) GARANHAO CAM fala para BUCETINHA CAM: OI

(11:40:01) Jean Paul (reservadamente) fala para Todos: QUERO BUCETA

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Êxtases Delírios e Sacanagens

3460_631113476915268_1493962973_n Conto de Docecomomel (hgata)

Ando com passos trôpegos ao encontro de meu amor.
Meu macho que exala sexo e êxtase.
Saulo é meu namorado virtual.
Eu o conheço através da web faz um bom tempo nunca tivemos a oportunidade de um encontro real, mas hoje finalmente estamos indo um ao encontro do outro.
Entrei em seu carro e Saulo me dá um longo beijo.
As palavras eram desnecessárias,
Fomos a um motel muito bonito e elegante.
Saulo tinha bom gosto.
Sua língua morna adentra em minha boca com sofreguidão.
O desejo latente de nossos corpos enaltece o êxtase.
Somos dois corpos duas mentes um só pensamento.
Sexo e prazer.
Saulo é negro tem 1.82 de altura cabelos cortados bem baixos e dono de um sorriso muito cativante.
Seu tronco é um pouco musculoso, não é nenhum senhor universo, mas é forte.
Suas pernas na calça jeans justa demonstram virilidade.
Chegamos e entramos Saulo serviu-se de um vinho e passou uma taça a mim.
Não sou apreciadora de bebidas, mas o momento exigia um brinde.
Nossos olhares eram cúmplices... Saulo sabe que estou carente. Ele apaga a luz do quarto deixando acesa apenas uma lâmpada lateral que dá um clima mágico e sensual.
Segura em uma de minhas mãos e me faz levantar ficamos ambos em pé nos beijando. Minha roupa foi sendo tirada peça por peça deixando-me só de calcinha e tamanco.
Saulo disse-me que isto o excita mais ainda.
Estou entregue a seus desejos. Saulo pega um cobertor e coloca no chão me beijava muito, me fez tirar o tamanco e ficar de costas para a parede em cima do cobertor.
Logo apagou a luz deixando o quarto iluminado pela luz da TV que estava ligada.
Senti um pânico pedi para que acendesse a luz, mas ele não o fez, colocou minhas mãos para cima, começou a beijar minha nuca, a boca, aqueles beijos provocantes, colocava os lábios e tirava, aquele escuro me deu certo temor.
A luxúria foi dando espaço ao prazer antecipado.
Saulo tirou minha calcinha eu tirei sua cueca e ele foi acender a luz do banheiro iluminando um pouco mais o ambiente.
Voltou rápido e continuou as caricias, eu nem me mexia.
Então Saulo me bateu na bunda, gemi alto e as tapas vieram varias vezes, eu pedi que batesse mais forte e mais... Saulo sabia que era adepta ao BDSM.
Ele não apenas tentava me elevar ao prazer máximo.
Aquela situação me deixou louquinha de excitação.
Ele continuou, tirou o cinto e me bateu de leve, mal sabia ele o quanto eu gostei, mas não podia me mexer.Ele continuou a me torturar.
Fez com que eu me ajoelhasse e me beijou muito.
Seu cacete estava duro e eu desejosa de provar, segurei e acariciei. Saulo pergunta se eu queria provar de seu cacete.
-Respondo com voz de safada e olho em seus olhos.
-Que é o que mais desejo naquele momento é provar de seu membro viril.
Ele me castiga dizendo que não mereço, respondo em sussurros por quê?
Porque não mereço?
Mas eu quero!
Saulo me leva até a cama
Faz-me ficar sentada e ordena que eu coloque meus dedos na minha xoxota e comece a acariciar-me até que eu sinta meus dedos ficarem molhado de meus próprios fluidos.
Ordena que eu coloque meus dedos na boca e sinta meu próprio sabor.
Depois que meus dedos já haviam sido lambidos por mim, ele segura e lentamente suga-os de um a um.
Seus olhos brilhavam de puro prazer.
Saulo me faz deitar e ordena que eu o espere ele sai e volta tomado banho, com cacete mais rígido ainda.
Eu estava enlouquecida de excitação.
O queria meu corpo implorava seu corpo.
Ficamos junto de frente ao espelho. Saulo exclama surpreso.
Nossa Marcela como você é linda desde que eu te conheci que te desejo ardentemente.
Ele me levantou fez que me olhasse no espelho, seu cacete apontado para o seu próprio umbigo denunciava o auge de sua excitação.
Fui lentamente abaixando meu corpo acariciando seu corpo com mus lábios deixando um rastro de saliva.
--Ate chegar a seu cacete
-Eu desci e lambi seu cacete comecei a chupar aquele pedaço de prazer, duro cheio de veias grosso chupei muito mesmo. Estava sedenta de sexo.
Saulo gemia e forçava movimento de encontroa meu corpo seu cacete quase me sufocava de tão profundo que adentrava em minha garganta
Eu nem em reconhecia, deixando mais tarado ainda.
Depois no auge do êxtase e prazer Saulo me coloca de quatro e começa penetrar loucamente.
Em alguns momentos tirava o cacete e ficava massageando o clitóris me deixando alucinada. Soltava urros de prazer.
Parecíamos dois animais no cio. A excitação à flor da pele.
E gozamos muito. Ficamos atracados um bom tempo só com carinhos silenciosos. Um prazer mutua que há muito tempo eu não sentia.
Depois de alguns minutos no banho Saulo me fez gozar novamente em sua boca.
Sua barba por fazer roçava entre as minhas coxas deixando-me com mais desejo e furor de um intenso orgasmo.
Parecia que meu corpo estava em transe com a intensidade do meu gozo.
Ai foi minha vez de deixa-lo enlouquecido de excitação comecei a lamber seu cacete dando lambidas que ia da cabeça ate o saco. Explorando seus pontos sensíveis. Saulo gemia segurava em meus cabelos e forçava seu cacete, fiquei por mais de dez minutos assim até que disse que ia gozar... Tirou cacete e direcionou entre meus seios e despejou vários espasmo de esperma.
Caramba... Parecia que não tinha acabado de gozar.
Deliciei-me com seu leite.
Tomamos outro banho e Saulo levou-me em minha casa.
Não sei quando teremos outra chance de um novo encontro, mas que soube aproveitar cada minuto isto eu tenho certeza.
Um macho safado com todas as características de um dominador que me elevou ao êxtase do prazer.

Docecomomel (hgata)

Visitem meus blogs
http://extasesedeliriosdedocecomomel.blogspot.com.br/
http://sensacoescomemocoes.blogspot.com.br/

sexta-feira, 19 de abril de 2013

CASAL EXIBIDO

Recebi essas fotos por email, e me pediram prá publicar no blog..não sei quem são.. Achei ela  muito gostosa e safada.. O que vocês acham ? 

Bobeou ta na net 3721

 

Bobeou ta na net 3722

 

Bobeou ta na net 3723

 

Bobeou ta na net 3724

 

Bobeou ta na net 3725

 

Bobeou ta na net 3727

segunda-feira, 15 de abril de 2013

LINA

conto de Gabriel

Conheci Lina quando morava em São Paulo.
Eu morava sozinho, mas quebrei o pé e precisei de cuidados. Então minha irmã, gentilmente, deixou que eu passasse uma termporada em sua casa, enquanto estivesse me recuperando .

Lina era prima de Janaína, que morava no 8° andar e vinha dar aulas de reforço pra minha sobrinha de 10 anos.

Lina era uma morena muito bonita, com um lindo rosto um corpo bem feito, pernas bem desenhadas, lábios bem feitos, seios médios e firmes. Na época deveria ter uns 18 anos, mas já com corpo de mulher.

Eu já tinha uns 37 anos e apesar da atração que ela despertava ,eu ficava na minha. Ela era uma jovem quieta, de família muito rígida.

Lina passava exercícios pra minha sobrinha  e vinha conversar comigo. Devido ao pé engessado eu passava quase o tempo todo sentado. As aulas iam até a hora do almoço, e quando a mãe da Lina vinha buscá-la ,enquanto esperava, ficava conversando comigo.

Eu sou um bom ouvinte e percebi que ela precisava conversar, desabafar, se soltar, porque era muito reprimida em casa., Com o tempo foi ficando à vontade comigo e apesar da diferença de idade, ficamos amigos.Eu também me abria bastante com ela, trocávamos confidencias.

Minha rotina naquele mês que passei engessado era essa. A empregada levava a menina pra escola, depois do almoço e ficava comigo até o resto da família chegar, lá pelas 6 horas.

Numa segunda feira, Lina e eu ficamos praticamente sozinhos em casa por uns momentos. Foi a primeira vez. A empregada tinha ido fazer compras e minha sobrinha  dormiu no seu quarto no meio da lição.

Em vez de acordá-Ia, Lina veio até mim. Eu estava sentado numa cadeira, e ela em pé, encostada no batente da porta a menos de 2 metros de mim.

Conversamos um pouco e durante a conversa eu olhava discretamente no decote dela. Ela estava com uma blusinha apertadinha que moldava os seios pequenos e bem desenhados e com uma saia comprida, colorida, meio transparente quando ela ficava ao sol. Seu olhar estava brilhante nesse dia, o clima era de desejo.

Em dado momento, ficamos em silêncio, apenas sorrindo um para o outro. Eu olhava altemadamente e para o rosto dela e em direção aos seios.
Num impulso, numa dessas excursões do meu olhar pelo seu decote, ela levantou a blusa devagarinho, mostrando o que eu tanto queria ver.
Eu fiquei sem ação, por um segundo, deslumbrado: ela tinha seios pequenos, de pequenos mamilos marrons, apetitosos.,projetados em minha direção.
Tentei levantar e estendi a mão para tocar seu seio, mas ela se afastou sorrindo.

Minha respiração estava a mil, minha voz tinha ficado meio rouca e não lembro o que comecei a dizer e não desgrudava os olhos dos seios de Lina.
Meu pau foi ficando visivelmente duro dentro da bermuda.
Ela percebeu, pois olhava fixamente no meio das minhas pemas, Então foi chegando mais perto e lentamente abriu as pernas e sentou-se sobre o meu colo, de frente pra mim" sem dizer nada.
Só eu falava coisas que não lembro e creio que não tinham nexo..
Senti a sua bunda redondinha e quente, deslizando em minhas coxas, senti ela esfregando a xotinha no meu pau duro,embora ela estivesse de calcinha e eu de bermuda. Ela começou a me beijar, seu beijo era delicioso e nos beijamos várias e várias vezes, minha língua quase invadia sua garganta.
Sentia seus peitinhos pontudos acariciando meu peito, eu estava tonto com tanta delicias.
Ela me beijava e se esfregava, ora devagar,ora rapidamente, me enlouquecendo,me deixando tonto.
Gemia baixinho no meu ouvido. Eu estava um verdadeiro tarado.

Do seu quarto, minha sobrinha chamou por ela e ela saiu do meu colo, me olhando fixamente.
Logo depois a empregada chegou..

Não preciso dizer que nessa noite quase não dormi, altamente excitado, fodendo Lina como nunca nas minhas fantasiais.

Mais uma vez o acaso veio em meu socorro.No dia seguinte, Lina chegou, me sorriu e foi dar aulas pra minha sobrinha e não saiu de lá, Logo depois, minha empregada disse que precisava resolver um problema e teria que sair. Disse que ia deixar a comida pronta e tudo arrumado pra mim..Disse também que não gostaria que eu ficasse sozinho, até o pessoal chegar à tarde e que tinha pedido para Lina fazer o favor de levar a menina  na escola e ficar comigo algumas horinhas.

Meu coração disparou: fiquei recostado na cama, o pau ficou duro só de imaginar . A empregada deixou o almoço pronto e ela e Lina saíram juntas, pois Lina foi levar minha sobrinha na escola.

Fiquei sozinho. Pensar que quando ela voltasse, estaríamos a sós, me deixava tonto de tesão incapaz de raciocinar e de pensar em outra coisa. Vim até a sala e sentei no sofá, alisando o pau duro por cima da bermuda.
Quando Lina chegou, não disse nada. Sorrindo, trancou a porta e veio de joelhos até ficar de frente pra mlm.
Rapidamente, puxou minha bermuda, meu pau duro estufava a cueca. Ela abocanhou meu pau um pouco, deu pequenas mordidas por cima da cueca e quando tirou a cueca, o pau emergiu, duro, de veias grossas, cabecinha rosada, brilhando de duro.

'Que delícia",ela murmurou, começando a lamber. Lambeu meu pau todinho, chupou minhas bolas e colocou a cabecinha na boca, sugando de olhos fechados. Sugava ferozmente, com sofreguidão, como se o mundo fosse acabar,colocando-o todo na boca, tirando, colocando de novo, chegando quase na garganta. Eu urrava de prazer, incapaz de controlar meu próprio corpo. Era uma sensação indescritível, eu estava quase gozando. Ela estava de olhos fechados, gemendo. Pedi que ela me olhasse, queria que visse no meu rosto o prazer que eu estava sentindo.

E eu queria que ela sentisse o mesmo. Pedi que ela se deitasse no chão, pra ficar mais confortável pra mim, devido ao gesso. Puxei a sua calça comprida, deslizei a língua por dentro das suas coxas, ao longo da duração da sua rachinha, parando no grelinho inchado. Ela gemia enquanto eu massageava em movimentos circulares de língua, o seu grelinho que já despontava. Enquanto eu sugava ferozmente, introduzia dois dedos na xaninha, escavando.

Ela gemia, não queria que eu parasse, foi tirando o resto da roupa e ali ,nua, rebolava, gemia, se contorcia, apertava minha cabeça, puxava meus cabelos, subia e descia a xana na minha boca, enquanto meus dedos se movimentavam rápidos num vai e vem dentro da buceta encharcada.

Lina, de repente, teve um orgasmo tão intenso que balançou todo o seu corpo. Gemeu loucamente.
Minha língua sentiu a febre da torrente do seu gozo quente. Depois de lamber, coloquei a mão em concha e senti sua xaninha gozando,como se o coração dela batesse ali.

Ela me puxou para um beijo profundo e enquanto a gente se beijava sem parar, eu manipulava seu grelinho, até que ela gozou de novo.
Depois deitou-se ao meu lado, ofegante, vermelha. Ficamos um tempo abraçados.

Aí tomamos um banho, nos acariciando, eu queria excitá-Ia de novo e fomos para o quarto de hospedes. Nos deitamos na cama, nus e ficamos nos esfregando. Eu ainda não havia gozado, estava quase explodindo. Ela começou a masturbar com carinho meu enorme pau ereto, Tonto de tesão, não conseguia dizer nada, eu só urrava. Procurei sua boca para mais um beijo longo e selvagem, sugando sua língua desesperadamente.

Ela dirigiu minha mão para massagear seus peitinhos durinhos. Apalpei seus peitinhos sem pressa e depois comecei a sugar seus mamilos. Ela gemia de prazer. Lambi,suguei até eles ficaram como pedra.
Ela me implorou pra ser fodida, disse que estava com tesão de novo. Subiu em mim e encaixou meu pau pra dentro dela, devagar, se contorcendo como uma diabinha cheia de calor e desejo.
Eu me empurrava todo pra dentro dela, socando de baixo pra cima, apertando sua bunda .,queríamos entrar mais e mais um dentro do outro.

Eu martelei duramente sua xaninha, rápido e forte, urrando de prazer como um animal. Ela dançava em cima de mim, esfregando o grelinho na minha virilha, contraindo a buceta e apertando meu cacete, sem parar de gemer. Dizia sem parar :" - fode, mete, fode minha buceta".." Eu segurei o orgasmo enquanto pude, de repente meu pau pulsou dentro dela, meu corpo tremeu as constrações dela esmagaram meu pau, gemiamosjuntos e eu gozei. GozeÍ gostoso..

Enquanto inundava sua xaninha com minha porra, ela não parou de se esfregar na minha virilha até que orgasmos rasgaram o corpo de Lina e nossos lábios se grudaram quase que imediatamente.

Então, ela deitou-se sobre mim e me beijou, não deixou que eu tirasse o pau de dentro dela, até sentir ele amolecer..
Antes de sair, ela disse que tinha adorado meter comigo, me olhou profundamente e prometeu que da próxima vez ia me dar o cuzinho..

(Gabriel - narcisosantos@hotmail.com)

quinta-feira, 11 de abril de 2013

SALA DE BATE PAPO -

SCORPION E M18aESPERANDOOCUNHADO

Safada e submissa,ninfeta conta como é ser dominada pelo cunhado,e sente muito tesão em apanhar e ser obrigada a dar o cuzinho e a buceta e ser penetrada com objetos.

26

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para TODOS: oiiiiiiiiiiiiiiiiii

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: oi, gostei do seu nick
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: pq?

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: pq é um nick que desperta certas fantasias

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: como ser o cunhado que vc deseja
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: eu amo ele denttro de mim
SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: hummm, vc falando esssas coisas a imaginação vai a mil

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: maiS é verdade quando ele não veem fico doida de raiva

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: vc gosta muito de transar com ele a ponto de sentir ciumes ?

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: sinto muito ciumes

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: então não é apenas tesão, vc esta amando ele
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: ja espero ele de roupão e calcinha

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: ai que cara de sorte..
SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: queria ter uma cunhadinha assim que gostasse de mim
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: quando ele não veem eu ligo e pergunto pq não veio
SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: sério ?
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: ele ja sabe disto ai fica as vezes me torturando
SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: o que ele faz pra te torturar ? te deixa esperando com tesão ?
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: deixa quando ele quer me castigar fica uma semana sem aparecer

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: ai quando veem eu ficou totalmente submissa
SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado:  paixão mais louca ...
SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: é paixão mesmo ou apenas tesão ?

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: paixão tesão submissão escravidão

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: acho muito legal quem se entrega assim, sem limites

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: o que ele faz com vc ?

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: de oral anal tudo sem limites

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: dominação

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: humilhação
SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: ele te amarra e te bate ?

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: amarra bate penetra com objetos

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: vc gosta ?
SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: vc goza assim ?

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: gozo feito uma doida
SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: é um amor perigoso mas muito prazeiroso

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: perigoso porque vicia

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: isto vicia mesmo

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: como ele descobriu que vc gostava de ser fudida dese jeito ?

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: um dia que discutimos ai eu fiquei descontrolada

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: ele me pegou pelos braços bem forte
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: me deu um tapa e me jogou no sofa
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: ficou olhando eu cai de joelhos e fiquei pedindo,por favor para ele me deixar chupar ele

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: qd ele te bateu vc ficou com tesão na hora ?

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: foi senti um tesão em ser pega com força

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: ficou molhada ?

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: o tapa me deixou melada

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: ele deixou vc chupar ele ou te bateu mais ?

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: ele tirou o pau pra fora e falou engole sua cadela

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: que loucura
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: quando mamava ela falou gostou de apanhar minha putinha

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: e vc falou o que ? que tinha gostado
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: falei que tinha

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: ai ele me levantou pelos cabelos

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: mandou eu ficar nua
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: me colocou de 4 começou a me dar cintadas na bunda
SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: hummmm !!

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: eu gemia e ele perguntava quer mais ?

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: eu falei, mais por favor

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: e ele batia mais ?
SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: vc gozou ??
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: gozei pq ele me fez abrir bem as pernas de 4 e ficou dando cintadas no grelo
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: aquilo me fez gozar feito uma doida

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: hummm, queria ter uma cunhadinha assim, escrava do sexo
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: continuei nesta posição mesmo ele me melou o pau na minha xota e socou no meu cuzinho de uma vez

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: socava forte e falava tesão de puta

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: gostosa vadia

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: agora sim sei que vc gosta

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: e vc vai fazer tudo que eu quiser e mandar
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: e socava feito um animal

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: e não doia ?
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: no começo doeu mas era muito tesão eu pedia para ele não parar
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: gritava para ele foder

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: puxava o teu cabelo ?

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: puxava e dava varios tapões na bunda

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: tinha hora que ele parava com o pau ate o talo no cuzinho

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: me puxava pelos cabelos e me beijava
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: ate na hora que ele ia gozar ele me puxou pelos cabelos e falou

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: quero gozar na sua boca e vc vai beber tudo se cair no chão limpa

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: e perguntou entendeu putinha ?

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: e vc disse o que ?
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: eu falei entendi
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: aí ele mandou eu pedir

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: e eu na hora falei

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: eu falei quero sua porra na boca e limpar seu pau

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: hummm ...

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: fiquei de 4 ele despejou um monte de porra
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: na minha boca,encheu minha boca

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: eu bebi cada gota, chupei o pau dele ate sair tudo
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: depois ficamos deitados no chão
SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado:e aí ? transaram de novo ? 
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: ele falou a partir de hj vc e minha escravinha meu deposito de porra

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: ai ele falou vou tomar um banho , vc vem junto comigo
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: e vai me chupar ate eu gozar novamente tomando banho

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: e depois do banho fique nua pq não vou trabalhar hj vou passar o dia aqui

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: e te foder com o pinto e com tudo que eu encontar
SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: e ficaram o dia inteiro metendo ?

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: ficamos o dia todo

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: a tarde quando ele foi enbora

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: eu estava toda marcada de tapas
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: minha bunda estava toda vermelha

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: meu peitinho todo mordido o biquinho até doia

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: meu grelo ate inchado

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: e sua bundinha, toda esfolada ?
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: cuzinho ardendo e buceta ardida e toda vermelha

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: mas ele queria mais,tava com muito tesão, aí enfiou banana cenoura

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: ate uma hora que ele falou agora vc vai procurar o que quer que enfie na sua buceta sua vadia

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: e tudo que enfiava vc gostava ? sentia tsão ?

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: tudo,ele enfiava na minha buceta e depois ele socava na minha boca

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: contar tudo isso te deixou com tesão ? eu fiquei louco de tesão,to de pau duro,me masturbando

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: muito

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: hj ele vai trazer vibradores e vai ser dupla penetração

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: e vc já está molhadinha esperando não é ?

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: safadinha

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: adorei teu relato

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: vc sabe que me fez me masturbar que nem louco, te imaginando ?

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: deliciaaa

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: ele falou que vai me preparar para fazer dp com duas picas de verdade

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: eu tinha falado que nem pensar iria fazer isto

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: quando falei que não
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: ele falou quero só ver

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: foi uma semana sem aparecer e ligar nem nada

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: e aí ele apareceu com outro cara

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: nada eu liguei implorando para ele vir me comer

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: e falei e falei eu prometo sou puta sua e de mais 1,2,3,4 de quando vc mandar

SCORPION reservadamente fala para M18a esperando o cunhado: e ele veio ? ou não chegou ainda ? é isso que vc esa esperando ?
M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION:é, ele ligou e falou que daqui a pouco está aqui

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION: faz ums mês que ele me fode com pau no cuzinho e vibrador na buceta ou na buceta e vibrador no cuzinho

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION:to ficando viciada acordei com tesão de saber que ele vem me foder to molhadinha

M18a esperando o cunhado reservadamente fala para SCORPION:ele mandou msg tava esperando minha mãe sair tá chegando to tremendo de tesão tenho que ir tchau

segunda-feira, 8 de abril de 2013

COMENDO A TIA SÔNIA NO BANHEIRO

Paulo Mohylovski

calpreta Foram dois dias de loucura. Minha tia apareceu em casa para passar o final de semana. Ela tinha que conversar com o seu ex-marido sobre a separação. Eles moravam em cidades diferentes e Tia Sônia precisava de algum lugar para ficar. Minha mãe ofereceu a nossa casa e tia Sônia aceitou. Antes de continuar, vou dizer como é a tia Sônia: ela é baixinha, meio gordinha, bunda grande, cabelos longos e lisos e olhos claros. Já está um pouco enrugada em volta dos olhos, mas tem um olhar sacana que sempre me excitou. Já bati várias punhetas para tia Sônia.

No primeiro dia, ela ficou conversando com minha mãe. À noite, ela se sentou comigo para ver televisão. Minha mãe dorme muito cedo e tem o sono pesado. Fiquei na sala com tia Sônia, que não parava de cruzar e descruzar as pernas. Ela estava com uma camisolinha bem curta. Eu não conseguia prestar atenção na televisão. Eu olhava com o rabo de olho para as pernas da minha tia. Até que não agüentei mais e fiquei de pau duro. Decidi me esticar no sofá para que meu cacete ficasse visível por baixo do calção. Ficou a maior tenda armada, mesmo assim tia Sônia continuava prestando atenção na televisão. Até que fui mais ousado e tirei o cacete pra fora. Comecei a bater uma sem me importar se tia Sônia ficaria chocada ou não. Quando dei por mim, tia Sônia estava ao meu lado, com a mão no meu pau e beijando minha boca. Fiquei louco de tesão. Ela beijava gostoso e depois começou a morder meus mamilos, como só uma mulher experiente sabe fazer.

Meu pau estava cada vez mais duro e grosso. Tia Sônia puxou a minha camisa para cima e começou a morder minha barriga. Depois puxou o calção até as minhas canelas e começou a chupar meu pau. Ela chupava como uma louca. Parecia que não via pinto há séculos. Ela chegou a levantar meu pau bem reto pra ficar chupando meu saco. Eu estava quase esporrando quando ela parou. "Vamos até o banheiro", ela disse. Achei a proposta excitante e acompanhei tia Sônia até o banheiro.

Mal fechamos a porta, tia Sônia tirou toda a roupa, ficando completamente pelada. Ela se curvou, apoiando o corpo na parede. Arrebitou a bunda e me estimulou a comer sua buceta por trás. Meu pau era grande, mas não conseguia fazer o encaixe direito. Tia Sônia abriu a bunda com as duas mãos e mostrou a buceta arreganhada. "Enfia devagar que o pau entra todo", ela disse.

Eu fiquei enlouquecido quando vi tia Sônia toda aberta na minha frente. Coloquei o pau e empurrei. Foi entrando gostoso. Tia Sônia rebolava para que entrasse tudo. Como ainda continuava difícil, ela se curvou ainda mais. Sua cabeça quase se encostava nos seus joelhos. Deste modo, a pica entrou fácil e eu senti a buceta úmida de tia Sônia. Comecei a estocar num ritmo lento. Aos poucos fui aumentando a velocidade. Tia Sônia tentava abafar os gemidos mordendo a toalha de banho. Sua cara ficava toda enrugada. Eu resolvi ser mais perverso e comecei a bombar com todas as minhas forças. Cheguei a enfiar um dedo no seu cu só pra ver a sua agonia, tentando se controlar para não fazer um escândalo.

Ela ficou algum tempo naquela posição. Virou-se e me beijou na boca. Disse que estava cansada e se sentou na privada, de pernas abertas. "Me chupa, sobrinho", ela disse. Eu me sentei aos seus pés e encaixei a minha boca na entrada da sua racha. Coloquei só a ponta da língua, passando o dedo por cima do seu grelo, que logo ficou duro. Depois enfiei a língua toda, dando um verdadeiro beijo no meio da buceta de titia. Ela me segurou pelos cabelos e começou a me fazer carinho. Ela tinha um toque de mão bem gostoso, o que me fez ter mais vontade de chupá-la. Tentei inutilmente enfiar a língua no seu cuzinho, mas a posição não estava fácil. Meu pau estava duro que nem aço. Eu batia punheta enquanto chupava. Já não estava agüentando. "Você já gozou, titia?", perguntei. E ela respondeu: "Faz tempo".

Quando ela disse aquilo, eu me levantei e enterrei o pau na sua boca. Titia ficou linda com a boca toda estufada. Ela me chupou que nem uma prostituta, me olhando nos olhos. Eu não agüentei tanta safadeza e acabei esporrando na boca de titia. Eu quase desmaiei. Minhas pernas ficaram bambas. Eu me limpei com papel higiênico e fui para o meu quarto, onde caí na cama e dormi profundamente. 061020114097-002

Na noite seguinte, repetimos a dose. Minha mãe embaçou um pouco, mas quando ela disse que iria dormir, titia e eu nos olhamos, cúmplices e excitados. Esperamos meia hora. Enquanto isto ficamos na cozinha. Titia tirou os peitos pra fora e eu fiquei chupando, enquanto apalpava a sua buceta. Tia Sônia parecia completamente desconcertada. Ela não conseguia nem falar direito de tanto tesão. Quando percebemos que o caminho estava livre, fomos para o banheiro.

Desta vez, pusemos uma toalha no chão. Eu me deitei de costas e segurei firmemente o pau. Titia tirou a roupa e foi se agachando até se ver entalada com minha rola. Ela estava de costas para mim e eu pude ver a sua bunda descendo e subindo enquanto sua buceta engolia meu pau. Fiquei doido com aquele cuzinho se abrindo e fechando. "Titia", sussurrei. Ela se virou e me olhou. "Posso comer o seu cuzinho?", perguntei. Ela não disse nada. Ela se levantou, abriu a bunda e desceu novamente. Desta vez encaixando a rabiola no meu pau.

Que delicia sentir aquele cuzinho se abrindo e envolvendo meu cacete! Eu ergui um pouco a cabeça e vi a bunda se dividindo em duas com meu pau no meio. Entrei em delírio erótico, mal conseguindo me controlar. Tia Sônia, sacana como era, ficou acariciando meu saco. O que me deixou ainda mais tesudo.

Titia rebolava suavemente, tremendo a bunda em torno do meu cacete. Não agüentei. Titia percebeu e se levantou. Depois se agachou entre minhas pernas e começou a me chupar. Até me ver esporrando na sua boca...

Nunca mais esqueci destas nossas duas fodas. Toda vez que entro no banheiro, me lembro que foi ali que comi tia Sônia sem ninguém desconfiar de nada...

domingo, 7 de abril de 2013

UMA LOIRA MUITO GOSTOSA

fotos do site  http://www.melhoresdaputaria.com , espero que vcs gostem. Espero os comentários de vocês.. Quem sabe o nome dessa gostosa ?















terça-feira, 2 de abril de 2013

Noite feliz

Autor: Meghy
do site Contos Eróticos Online
www.contosonline.com.br

Lesbian_Angels_stock_56_by_Tigg_stock Pra quem ama de verdade, não importa a época do ano...

Eu particularmente não gosto de natal, não pelo significado da data em si, mas pelo modo OBRIGATÓRIO que as pessoas se dedicam a ser felizes, a se presentear e até a falar que se amam mesmo sem demonstrar esse mesmo amor no restante do ano

E mergulhada neste sentimento eu estava em meu apartamento,toda largada num short de algodão azul marinho colado, que aliás é a peça que mais uso em casa rsrsr, e também numa calcinha branca rendada com um laçinho fofo no cós e sem sutiã, apenas com uma blusinha preta cavada... deitada no sofá com minha cabeça numa almofada, toda arreganhada, com uma perna abaixada e apoiada no chão e com a outra levantada no encosto do sofá...

eu tava com um fone de ouvidos escutando minhas músicas preferidas e diante a TV ligada num filme de canal fechado, destes que repetem sem parar... assim eu estava naquela manhã do dia 24 de Dezembro... esperando passar o tempo... pois graças a falta de humanidade de pessoas que não entendem o que é o amor, eu estava longe da minha noiva naquele momento... afinal, ela havia ido no dia anterior para a casa da tia dela... que nessa época do ano hospeda a todos os seus parentes diante uma farta ceia, aonde eles celebram a união de todos que  ELES AMAM E QUEREM POR PERTO, ou seja, A SI MESMOS...

E seu Pai, o principal motivador de nós não estarmos juntas neste dia, também estava lá, provavelmente  posando de “poderoso chefão”, aprovando e desaprovando as opiniões de todos ali presentes e principalmente feliz por ver a sua filha querida, a minha Nanda, sob o olhar castrador dele... como se ela fosse propriedade dele...  Só que pra mim não importava a mínima estar com ela nessa época do ano... pois na verdade pra mim é motivador estar com ela todos os dias de minha vida... afinal, ao lado dela todo dia é um dia especial pra mim... todo dia é importante, todo dia é feriado, todo dia é sagrado... todo dia é um motivo de festa em meu coração

Mas como o amor sempre fala mais alto... desde o momento em que ela chegou na casa da tia dela, naquela véspera de natal, ela deu um jeito de se afastar de todos os parentes, se reservar num cantinho qualquer, e  ligar pra mim... assim nos falamos muito durante todo dia, coisas tipo:“Oi, amor, tudo bem contigo??”

Eu:“Tô aqui... te amando a distância rsrsrs...
”Ela:“ÔÔÔhhh meu amorzinhooo... fala assim não vai!!”

Eu:“Lembra a primeira vez que eu falei que eu te amava?? Lembra do que eu te falei??”
Ela:“Ah, amor... eu lembro de tanta coisa que tu me falou naquele dia... mas... do que é que tu tá se referindo, afinal??”

Eu:“Eu falei pra ti naquele dia... que a vida não ia ser nada fácil pra nós duas?? Tu tá lembrada né??”
Ela:“Lembro... lembro sim... mas... mas eu só não pensava que ia ser tão dolorido...” (ela começou a chorar muito)

Eu:“Nanda?? Para de chorar agora mesmo, menina!! Isso não adianta porra nenhuma... para vai!!”
Ela:“Eu te quero do meu ladooo... aiii minha fofuxa, porque eles não podem querer a gente juntas?? Porquê meu deus , porquê??” ( e o choro dela aumentava)

Eu:“Fernandaaaa... para de chorar, por favor... eu tô aquiii... eu te amo, meu anjo... eu sou tua... eu vou reverter essa situação... relaxa, confia em mim... mas chorar não adianta nada... para vai, enxuga esse rosto e vai pra perto da tua mãe vai!!”
Ela:“A falsa da minha Tia perguntou por ti, sabia?? Aiii Nanda, eu quase voei na cara dela... falsa, falsa...”

Eu:“Diz pra ela eu mandei um beijo rsrsrsrsrs!!”
Ela:“Paaara amor srsrsrsr é sério... eu tô sentindo raiva e tu fica de palhaçada aí é??”

Eu:“Não perca seu tempo sentindo raiva, rancor,mágoa... pois nada disso tem haver com as qualidades maravilhosas que eu aprendi a ver nesse seu coraçãozinho lindo, meu anjo... você é uma pessoa boa, Nanda... seja aí do mesmo jeito que você é comigo aqui... feliz... não te preocupa... eu estarei sempre do teu lado... acredite!!”
Ela:“Eu queria ser assim do teu jeito, sabia??”

Eu:“Se tu fosse que nem eu, tu perderia a chance de ser a mulher perfeita da minha vida!!”
Ela:“Aiii... eu amo quando tu fala essas coisas lindas pra mim, sabia?? Te amo, te amo, te amo... te amo muito e pra sempre minha fofuxa!!”

Eu:“Tem muita gente aí??”
Ela:“Nossa... tem gente que nem da família é, mas foi convidada... até amigos do trabalho do meu Pai... meus primos e primas tudo trouxeram os namorados e namoradinhas... só a “anormal“ aqui foi proibida de trazer quem eu queria... fazer o que, né??”

Eu:“Finge que eu tô aí do teu lado rsrssr!!”
Ela:“Isso é o que eu mais faço quando tô longe de ti, minha linda... AAHH, me diz aí... tá escrevendo alguma coisa pra postar lá?? Eu não canso de ler aquele teu último... amei... choro sempre rsrsrs!!”

Eu:“Tô sem assunto... mas bem que eu tô com vontade de digitar o que eu tô sentindo agora......Ei Fernanda, depois do almoço dá uma fugidinha e vem aqui, tá??... tô subindo pelas paredes, fofa rsrsrs!!”
Ela, brincando e sendo irônica:“Ok, safada rsrsrs... Amor, vou desligar... meu Pai tá me chamando aqui... tchau, até depois, lindona!! Ah.. eu vou falar pra ele que tu mandou um beijinho pra ele, tá ?? rsrsrsrsrs...”

Eu:“Tá bom... aproveita e junto com o beijinho diz que eu mandei ele e ir tomar no cu, tá bom??”
Ela:“KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.... maluca.... te amo, até mais!! Beijo beijo beijo”

steamy_lesbian_sex_in_tehran

Bom... assim, depois dessa preciosa ligação eu fui pra cozinha... coloquei meu almoço num prato e retornei pro sofá... e ali fiquei... eu, meu almoço, a falta de apetite e a minha saudade de sempre almoçar nos intervalos do meu expediente de trabalho ao lado da minha mulher... contudo eu comi tudo o que tinha no prato... até porque o que eu havia comido tinha sido feito por mim na manhã daquele mesmo dia e auxiliada por ela... a distancia... pelo telefone... afinal, a Nanda além de ter mãos maravilhosas na cama, estas mesmas mãos suas são muito criativas na cozinha...

Depois do almoço fiquei na cama... tirei um cochilo de alguns minutos e fui acordada pelo meu celular... era ela:“Tô chegando aí... tô na estrada já, beijo beijo beijo!!”

Eu rapidamente me levantei da cama, tirei minha roupa e coloquei um vestido solto... sem nada por baixo... peguei as chaves do carro e coloquei no bolso do vestido, saí, desci pelo elevador rumo ao estacionamento e fiquei lá...esperando o carro dela entrar ali... minutos depois ela ligou:“Cheguei!! Tô aqui na portaria, amor!!Tô entrando!!”

E minutos depois eu a vi chegando em seu carro e estacionando logo na minha frente... ao sair ela abriu um de seus lindos sorrisos pra mim, bateu a porta, deu uma corridinha até aonde eu estava parada e me abraçou forte, aonde ela me suspendeu do chão e giramos juntas... em seguida nos beijamos gostoso... depois passamos alguns minutos nos olhando nos olhos e acariciando nossos cabelos aos lados de nossas orelhas... ela mordia os lábios enquanto ria emocionada pra mim, então suspendemos nossas mãos na altura de nossos ombros e entrelaçamos nossos dedos, apertando nossas mãos dadas...

aí encostamos nossas testas e sussurramos uma pra outra:“Eu senti tanta falta de te tocar assim... de sentir teu cheiro, sentir tua pele, te olhar nos olhos... Porque a gente tem que passar por isso, Miii??... me explica?? Porque a gente não pode se gostar em paz?? Nosso amor é tão lindooo... me explica!! ( logo veio um forte choro) Eu, emocionada e tentando dar uma de mulher forte e protetora, me pus a acalmar ela com minhas mãos dos lados de seu rosto, e falei algo como:“Olha pra mim... eu juro por mim e pelo nosso amor, meu anjo... ninguém vai separar a gente... a gente veio pra merda desse mundo pra se encontrar e viver juntas... até o fim... ninguém tem o direito de acabar esse amor... eu não deixo, eu não deixo... eu jamais vou deixar... enquanto eu tiver tua imagem no meu pensamento eu terei forças pra lutar por ti...” (embarguei a voz em alguns momentos, mas eu não chorei, apesar dos meus olhos estarem marejados por ver o rostinho lindo da minha mulher chorando)

Peguei ela pelas mãos e a puxei para entre uns carros... aonde trocamos mais beijos... e eu a empurrava de costas rumo a um dos carros atrás dela... ela gemia diante a força de meus lábios apertando os dela com muita pressão... então peguei a sua mão e coloquei entre as minhas pernas, por baixo de meu vestido... e ela, dando um pegada deliciosa na minha xoxota:“Safada, tá sem calcinha??”

Eu:“Cala a boca e me come... agoraaarrhh... vem, vem... me come!!”
Ela:“Calma, amor, vamo subir que eu te como bem gostoso, vamo!!”

Eu:“Espera... não... eu quero aqui.. .vem, entra!!” (eu, abrindo a porta traseira de um daqueles carros estacionados ali , na verdade um Pálio Preto)
Ela:“Miii, sua maluca... sai daí, menina, se o dono pega tamo fudida, sai daí doida!!”

tumblr_lt3843avoV1r0hz7po1_500

Eu então peguei ela pela mão e puxei pra dentro daquele carro... aonde deitamos no banco traseiro, eu por baixo e ela por cima... nos abraçando, trocando beijos tórridos e chupadas em nossos pescoços... meu vestido já estava todo levantado, e ela me mamava os peitos como uma louca, mordendo meus mamilos, me chamando de maluca... eu gemia com a carona linda dela em meus peitos... ajudei ela a tirar a roupa dela e logo me virei por sobre o seu corpo cheiroso, gostoso e moreno de praia... aonde me debrucei entre as coxas bem torneadas dela e chupei gostoso aquela buceta tão lindamente raspadinha, cheirosa, molhada e carnuda...

Noooossa, imaginem vocês uma buceta gostosa de chupar... pois é... é a buceta da minha noiva rsrsrsrs.... nossa, ela vai odiar quando ver que eu escrevi isso rsrsrsrs... mas enfim, eu tô falando a verdade ora bolas rsrssr...

Pois bem, continuando... lembro que por conta de estarmos no estacionamento, no banco traseiro daquele Pálio a nossa pegação foi deliciosamente contida e nem por isso menos empolgante, aonde nossos gemidos tiveram que ser abafados e sussurrados, pois vez e outra alguém entrava naquele estacionamento, e não queríamos que nossa foda fosse motivo de vídeo amador num site pornô qualquer,por isso a discrição de nossos sons e movimentos... mas gostoso mesmo foi quando eu, entre suas pernas, vi de baixo pra cima os peitos dela estufando, seu ventre se contraindo em espasmos e as partes internas de suas coxas latejando encostadas em minhas orelhas, diante a explosão de sentidos que um orgasmo fez seu delicioso corpo suado sentir por meio dos meus lábios e língua enfiados naquela sua buceta maravilhosa...

nooosssaa adoro chupar a buceta dessa garota... adoro, adoro... de tudo o que fazemos numa transa sentir o sabor, o recheio e a maciez da buceta da minha noiva é o que mais amo provar, me enche os olhos e a boca...

neste momento eu tô sentada numa escrivaninha em meu quarto, seminua, balançando as pernas, abrindo e fechando, e com a minha calcinha toda molhada diante o latejo de minha xota enquanto digito este relato e penso nesse meu prazer em particular... enfim...

voltando a transa no banco do carro, eu fiquei de queixo e boca molhados, pois ela esguichou na hora do gozo... em seguida me coloquei de novo em cima dela e a beijei... ela tava agoniada, ofegante, lesada e de olhinhos semi abetos e provavelmente embaçados...

Depois nos sentamos e nos vestimos... enquanto olhávamos para o estacionamento para ver se ninguém tinha nos flagrado...E quando estávamos meio descansadas eu enfiei a mão no bolso de meu vestido, peguei as chaves do carro e joguei no colo dela a disse:“Feliz Natal!”

Ela:“O que?? Como assim??”
Eu:“Tu acha mesmo que se este carro aqui fosse de alguém do prédio ele ia tá de porta destrancada??”

Ela:“Amor, tu comprou esse carro pra mim??”

Bom... sei que vocês vão falar: ué, mas se a Nanda tem carro, pra que ela comprou mais um??” então... assim... a Nanda tem um carro sim... que o pai dela deu pra ela... não vou aqui falar a marca porque nem interessa, mas é um importado... e quem mora numa cidade como o Rio de Janeiro sabe que não é nada seguro andar por aí mostrando luxo... por mais que a pessoa trabalhe duro pra ter o que merece... pois em cada esquina e sinal tem alguém nos observando... e foi pensando na segurança dela que eu comprei dias atrás esse carro, um carro popular e deixei guardado no estacionamento do nosso prédio até o dia certo de dar a ela...

Aliás, foi por isso que eu esperei ela no estacionamento, pois caso a gente subisse pro nosso apartamento logo, não faria sentido pra ela eu pedir: “Amor, vamos descer que eu quero transar dentro de uma Pálio preto no estacionamento!!” rsrsrs... enfim, tudo planejado e ainda bem que deu certo

tumblr_mgnb80EKvL1r5nxnbo1_500

Então, depois da surpresa feita, nós duas aí sim subimos, nos encoxando gostoso no elevador até o nosso apartamento... lembro que dentro do elevador eu pressionava ela que estava de costas na parede, com meu corpo se esfregando no dela enquanto ela me acariciava a bunda com suas mãos por trás, por baixo de meu vestido... ela dava tapas em minhas nádegas e ficava socando um dedo em meu cuzinho, já sua outra mão estava pela frente, com dois dedos atolados e socados na minha buceta...eu gemia horrores...

e chegando enfim no nosso apartamento, aproveitamos a nossa saudade e tiramos nossa roupa logo ao adentrarmos e fecharmos a porta da sala... nos atracamos aos beijos, topando nos móveis, nas paredes em direção ao nosso quarto, e quando entramos, caminhando ao mesmo tempo em que nos pegávamos enlouquecidas ,caímos na cama... eu fiquei deitada de costas, de pernas erguidas, com meus pés quase encostados em minhas orelhas enquanto ela passava sua língua, subindo e descendo, enlouquecida e bem rápido do meu cuzinho até entre os lábios de minha buceta molhada e apartada pelos seus dedos,  sendo que os dois dedos de sua outra mão estavam enfiados em mim e socando bem rápido... me fazendo esguichar muito diante um orgasmo que me veio fulminante... 

depois lembro que ela, aproveitando a minha posição, aonde eu estava de pernas erguidas na altura da minha cabeça, e de buceta estufada e gozada para o alto, ela veio  por cima, sentou acocorada por sobre a minha xoxota molhada e encaixou a sua buceta na minha, apoiando suas mãos nas partes detrás de minhas coxas erguidas e começando uma deliciosa esfregação, na qual ela movimentava seu quadril pra frente e pra trás bem rápido... tanto que resultou em alguns orgasmos meus e dela...

2079198-superb-lesbian-in-amazing-vagina-gif Em seguida... depois de toda essa nossa explosão feminina, ficamos apenas trocando beijos, da forma mais calma possível... E quando já estávamos bem relaxadas de todo o prazer, conversando sobre nosso dia, ela sentou e encostou na cabeceira por sobre os travesseiros que confortavam as suas costas, e eu, acolhida pelo corpo cheiroso e sedoso dela, deitada entre seus braços e pernas, com a minha cabeça aconchegada em seu ombro esquerdo... senti sua voz rouca e macia, por meio de seus lábios encostados em meu ouvido direito, cantar baixinho pra mim, em meio ao sossego de nosso quarto:

”Ainda bem
Que agora encontrei você
Eu realmente não sei
O que eu fiz pra merecer
Você...

Eu ri de sua voz desafinada... enquanto ela também riu me chamando de boba e falando: “Para, Miii, não ri, deixa eu cantar pra ti, vai?!”... me apertando entre seus braços e continuou:

Porque ninguém
Dava nada por mim
Quem dava, eu não tava a fim
Até desacreditei
De mim...

O meu coração
Já estava acostumado
Com a solidão
Quem diria que a meu lado
Você iria ficar...

Você veio pra ficar
Você que me faz feliz
Você que me faz cantar
Assim...

O meu coração
Já estava aposentado
Sem nenhuma ilusão...

Tinha sido maltratado
Tudo se transformou
Agora você chegou...

Você que me faz feliz
Você que me faz cantar
Assim...

O meu coração
Já estava acostumado
Com a solidão
Quem diria que a meu lado
Você iria ficar...

Você veio pra ficar
Você que me faz feliz
Você que me faz cantar
Assim...

Lembro dela parar... e mesmo não olhando pro rosto dela eu a senti chorando... mordendo sutilmente a minha orelha direita enquanto tentava controlar a emoção... Nossa, ela chorava muito... eu escutava seu fungado de nariz durante seu choro por conta de sua boca estar colada ao lado de meu rosto... e ao mesmo tempo eu acariciava seus braços ao redor de minha cintura... ela me deu dois beijos em minha cabeça por sobre meus cabelos e continuou:

O meu coração
Já estava aposentado
Sem nenhuma ilusão...

Tinha sido maltratado
Tudo se transformou
Agora você chegou...

Você que me faz feliz
Você que me faz cantar
Assim...”

Não aguentei e me virei pra ela... agarrando sua carona linda com minhas duas mãos e puxando-a rumo ao meu beijo... o mais enlouquecedor e apaixonado beijo daquela noite... aonde eu tentei através deste mesmo beijo passar pra ela toda a gratidão que a minha alma sente por estar vivendo tamanho amor, um beijo que nele eu pude demonstrar pra ela que sem ela eu nada sou... tumblr_mjwwykhXoH1s8q3geo1_500

Bom... certamente alguém que estiver lendo este relato até aqui deve estar pensando: “Nossa!! Mas que coisa mais melosa!!” Ah, gente... mas é impossível não gostar de tamanho mimo... impossível não se emocionar por mais melosa que seja a declaração, pois amar é isso... é procurar sempre mimar a pessoa que amamos e também gostar de ser mimada.........

Depois disso saímos da cama e fomos tomar uma ducha juntas... e quando foi as 6 e pouco ela teve que retornar, afinal ela teria que estar na ceia da casa de sua tia logo mais, junto a sua família e longe de mim... foi aí que ela se despediu, já toda arrumada e cheirosa diante a porta da sala aberta:“Vai pra casa do teu irmão, Mi... num fica aqui sozinha não, lindona!!”

Eu:“Eu já te falei... sou acostumada a viver só... além do mas é por um bom motivo que eu tô fazendo isso... tu sabe né??”
Ela:“Amanhã eu vou tentar vir aqui no mesmo horário... mas o meu presente vai ficar aqui, tá bem??

Eu:“Ok, até porque se tu chega lá agora com um carro novo todo mundo vai ver que foi presente meu”
Ela...me puxando pra junto do corpo dela enquanto me abraçava:“Esse vai ser o pior natal da minha vida... pois eu não vou suportar passar a noite e não te desejar pessoalmente feliz natal...”

Eu, acariciando o rosto dela:“Meu amor... eu nem me importo com droga de natal... porque pra mim o ruim é não ter mais a tua companhia como sempre eu tive... por todas as horas do dia... Fernanda, eu nunca imaginei na minha vida que existia nesse mundo um ser humano maravilhoso do teu jeito... (confesso que chorei tanto nesse momento que tremi meu queixo e me faltou a voz, eu olhava pra minha mulher ali, diante a porta aberta, pronta pra ir embora pra casa da tia dela, desejando que ela apenas ficasse em nossa casa, ao meu lado... doía tanto meu peito que foi preciso ela colocar a mão dela e massagear, e minutos depois tentando recuperar meu fôlego, eu terminei: )...

menina, tu é uma benção na minha vida... foi um anjo que te pôs no meu caminho...  aaaiii Fernandaaaa... eu tenho uma felicidade tão imensa e plena por merecer esse amor que tenho por ti que as vezes eu sufoco... é uma falta de ar que eu sinto, uma dor tão forte no meu peito que minha alma parece que vai deixar meu corpo e explodir em sentimentos...

Nessa hora tem tanta gente preocupada no que vai dar uma pra outra... e eu só quero é ficar contigo... ( voltei a sufocar com o choro... e ela me abraçou bem forte, falando baixinho:)“Shiiihhh... calma amor... calma... eu sou tua... eu sou toda tua...”

Nos beijamos pela última vez naquele dia 24 de Dezembro de 2012... e ela se foi... já eu fiquei de braços cruzados... de ombro direito e cabeça deitada e encostada na entrada da minha porta aberta, lágrimas escorrendo de meus olhos inchados, enquanto ela caminhava rumo ao elevador no final do corredor, deixando no ar o rastro de seu delicioso cheiro, só pra maltratar mais ainda a minha saudade que já me apertava...

e quando ela entrou no elevador, se virou pra mim, me deu um lindo sorriso, mandou beijinho fazendo biquinho e acenou fechando e abrindo a mão em sinal de até logo... as portas do elevador se fecharam e esta foi a última vez que meus olhos viram a minha mulher naquele dia... naquele dia tão importante para os “cristãos” aonde eles celebram a união e a confraternização com suas pessoas amadas... naquele dia aonde as pessoas se perdoam e se mostram mais solidárias... naquele dia que eu poderia até descobrir se realmente existia esse tal de “espírito natalino”, se por acaso ou sorte a família dela, em especial o seu Pai... me permitisse estar com ela, na companhia deles... e nos aceitassem como somos... apaixonadas

Ao voltar pra dentro de meu apartamento eu fechei a porta debaixo de choro, me encostando nesta mesma porta e escorregando até me sentar... aonde chorei sem forças feito uma criança, com meu cotovelo apoiado no meu joelho e de testa encostada na palma da minha mão aberta, enquanto meus cabelos encobriam meu rosto franzido... ao mesmo tempo eu comecei a escutar a voz dela, ecoando em minha cabeça, por conta da música que minutos atrás ela havia cantado em meu ouvido...

Deu 7 horas... 8.... 9... 10... 11... e ela ligou pra mim durante todas estas horas, sempre escondida e o quanto pôde ligar... na tentativa de estar comigo mesmo que distante... enquanto eu tava na companhia de duas garrafas de vinho na geladeira e uma outra na mesinha da sala, aberta, aonde eu tomava na tentativa de apagar antes da meia noite... antes do natal chegar... pois eu não tava pronta pra escutar a voz da minha mulher me desejando feliz natal...

até que as 12 horas em ponto meu celular tocou... eu me sentei no chão da varanda do apartamento, com meu celular apertado em meu ouvido, sob as explosões de cores dos fogos que clareavam o céu da praia de Niterói e de músicas natalinas que ecoavam na vizinhança, enquanto eu escutava a minha noiva falar agoniada:“Feliz natal, meu amor... eu te desejo muito amor na tua vida... eu te amo... ( depois disso eu só escutei soluços e fungadas de seu nariz diante o seu incontrolável choro...  já eu, nada falei e deitei de costas coladas no chão da varanda... e chorei muito... chorei com minha mão direita tapando meus olhos, e a outra mão empunhando o meu celular no ouvido... escutando o choro da mulher que eu amo... cheguei a ficar com o meu corpo febril tamanho o desespero que foi sentir tanto amor e vontade de estar com ela... )

Bom... o fim deste relato aqui iria ser no parágrafo anterior que vocês acabaram de ler... pois depois disso eu apaguei bonito de tanta tristeza e saudade e dormi ali mesmo no chão da varanda... só que pela manhã do dia seguinte a Nanda me ligou e me contou tudo o que aconteceu durante a ceia de natal na casa da tia dela... pois foi algo tão forte que, depois que ela me contou a cena em si, mexeu com a minha imaginação de tal forma que tive que colocar também como parte deste relato...

images

Então... foi assim... exatamente na hora em que todos lá presente estavam na sala, reunidos em volta dos presentes, cada qual se levantando, indo até a árvore e pegando o seu para se presentearem entre si e consequentemente falando algo em homenagem a pessoa presenteada, se confraternizando... eis que na vez dela, da Nanda... ela se ajoelhou diante todos ali presentes... pegou o presente que ela havia comprado para seu Pai... e na hora dela falar alguma coisa pra ele... ela simplesmente baixou a cabeça e começou a chorar descontroladamente... e ficou ali... durante minutos intermináveis, diante o silencio e olhares de todos que a rodeavam, principalmente de seu Pai, que estava sentado de frente pra ela...

a Nanda me falou que chegou a levantar o rosto dela na direção dele... e olhou pra ele de tal maneira, com uma tristeza tão grande externada em seu olhar que ele baixou a cabeça por saber claramente que aquele choro seu não era por conta do natal em si... e sim por minha causa... ela me contou que ele nem teve reação na hora de pegar das mãos dela o seu presente... apenas se levantou de seu sofá,  dando um beijo na testa dela e um abraço, todo desconfortado e desconfiado com a falta de carinho que ela demonstrou a ele...

depois disso ela ficou no sofá, sentada e encostada no colo da sua mãe... ela me contou que tava tão deprimida e exausta que quando foi pra cama, lá pras 3 da madrugada, só teve tempo de ligar pra mim e falar quase sem voz:“Eu te amo, amor... dorme bem aí!!”

Porém, esta sua frase foi parar na caixa de mensagens de meu celular... pois nessa hora eu já estava dormindo... de porre e exausta de tanto chorar

São exatamente 23 horas e 45 minutos do dia 25 de Dezembro de 2012... e estou aqui sozinha... ciente do tipo de amor que a minha mãe tem por mim... pois não recebi um telefonema dela, mas sei que ela foi pra ceia na casa da irmã dela, uma tia chata e metida que eu tenho, mas se eu sou acostumada a não escutar muito mesmo a voz de minha mãe durante o ano inteirinho, desde quando eu me assumi lês aos 19 anos... porquê eu iria querer escutar justo numa noite de natal?

Já meu Pai, que também não me ligou, foi pro nordeste, visitar uns parentes... mas meu querido irmão, por parte de Pai, me ligou, me desejou feliz natal e me convidou pra ceia... mas eu não fui pois era na casa da sogra dele, e ir não faria sentido pra mim...

do trabalho apenas uma colega, que nem considero amiga me ligou, já a minha chefe, que apesar de me ter como seu braço direito no escritório, é fria feito um gelo, sendo assim não perdeu seu precioso tempo ligando pra mim...

umas três ex amigas de Faculdade me ligaram como sempre, enquanto todas as outras me esqueceram por conta de seus filhos e maridos...

Mas enfim... contudo nenhuma dessas pessoas que me cercam tem a mesma importância que a minha noiva tem em minha vida... pois somente ela me basta para eu me sentir em paz comigo mesma...era com ela com quem eu queria estar agora e sempre... mas se nem mesmo pude estar com ela pessoalmente, ao menos nos falamos pelo celular de 20 em 20 minutos... 

E estou aqui... no meu quarto, sentada de frente para o meu Note Book, pondo toda a minha dor neste site que o uso como meu diário, para que outras garotas que amam como eu amo saibam daquilo que é o mais importante em nossas vidas, e que nos fazem mulheres de verdade... que é justamente o fato de não termos medo de sermos quem somos e de amarmos incondicionalmente...

por isso estou aqui na tentativa de falar pra todas que acompanham meus relatos o seguinte: Lutem por seus amores... lutem... lutem... lutem... não descansem um só segundo... façam todo o possível para estarem com quem vocês amam, pois não existe nada mais importante que vivenciar dia a dia o prazer de poder amar a pessoa que queremos ao lado... não percam a chance de falar, de elogiar, de se declarar ao máximo, procurando as palavras mais gentis e motivadoras para que esse amor se perpetue e seja tão grandioso quanto constante... mas pra esse amor durar, é preciso de ambas as partes bom senso para saber dialogar e calar para poder aprender... pois, o amor em si muitas vezes nos tira a razão como forma de nos testar, ao mesmo tempo em que nos ensina e exige que sejamos fortes e lutadoras ...

Se a vida é uma só, ou se continua em outro mundo, isso não sei... só sei que o amor muitas vezes só acontece em nossas vidas uma única vez... por isso a obrigação e necessidade de sermos felizes agora, hoje, já... então lutemos por nossos amores com unhas e dentes, mesmo que fiquemos com nossas cicatrizes expostas ...

Não se acanhem... lutem... lutem... lutem por seus amores dando a cara a tapa... doa a quem doer... lutem...  pois quanto mais o tempo passa mais esse amor nos cobra satisfação em relação ao que estamos fazendo para termos a pessoa que amamos ao nosso lado... e o amor pede que a gente lute pela pessoa amada e que a presenteemos com toda a nossa emoção que pudermos ofertar durante todos os dias do ano... e não somente no natal. Feliz 2013!!

(http://www.contosonline.com.br/perfil/16943)