quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

ANA ELISA

gifs_speed_326

conto de Gabriel

Quando eu trabalhava aqui mesmo no Rio, estava preparando uma turma de auditoria, fiz amizade com dois funcionários do banco que participavam das aulas. Um deles era o Ricardo, um rapaz de uns 40 e poucos anos, simpático e reservado e o outro era o Fernando, um pouco mais extrovertido, ambos muito inteligentes...Logo ficamos amigos, de sair prá beber e ir no futebol....O Fernando era separado e saia mais comigo e outros coordenadores, principalmente prá tomar cerveja após o expediente.. O Ricardo era casado e saia pouco com a gente, mas eu estava sempre conversando com ele, porque entendia muito de informática e estava me ajudando muito...às vezes eu ia na sua casa e foi assim que fiquei conhecendo a sua mulher, Anna Ellisa. Na época, Ellisa estava com uns 35 anos e era uma mulher muito gostosa, de estatura média, seios médios e pés maravilhosos..Eu achei que ela tinha uma cara de safada....

Nos dias seguintes, durante a nossa happy-hour, sabendo que eu tinha conhecido Anna Ellisa, Fernando me disse que já tinha tido um caso com ela....Eles eram vizinhos e ele me contou que eles trepavam sempre que o Ricardo saia, ora no apartamento dela, ora no dele.. Fernando contou que inúmeras vezes eles fodiam no saguão do andar ou no elevador.

Fernando falava dela com um ar de saudade...Disse  ainda que Anna Ellisa era muito carente porque o Ricardo não era muito bom de cama, quase não fodia com ela e ela gostava muito de sexo.......

Depois que ele me contou isso , por coincidencia, eu passei a ir mais vezes na casa de Ricardo e Anna Ellisa...
Comecei a reparar mais nela e a ver cada vez que ela tinha um jeito de safada, um olhar de quem estava sempre no cio...Mas o Fernando podia estar mentindo também, podia só estar contando papo.....

Pela proximidade e constancia na visitas , acabamos nos aproximando mais.. O Ricardo não era muito de conversar e Anna Ellisa gostava de falar...Enquanto ele estava no computador, eu dava umas fugidas na cozinha prá tomar café e ficavamos papeando.....Uma ocasião ela me perguntou se eu era casado, eu menti e disse que era solteiro, ela me elogiou, disse que eu era bonito, que a minha barba era um charme e que era impossivel que eu não tivesse alguém....Senti naquilo uma insinuação, mas ficou só nisso....Ela me comentou que o Ricardo não conversava muito e que ela gostava de papear comigo...

Um dia, o seviço se estendeu até mais tarde e,como eu estava sem carro, eles não me deixaram ir embora...
Dormi num colchão ,no quarto do menino... Pensei muito nela, na sua cara de safada, no seu corpo apetitoso e naquilo que o Fernando tinha me contado e fiquei morrendo de tesão...

Quando acordei, o menino não estava no quarto e depois de lavar o rosto e escovar os dentes, fui para a cozinha..
Quase surtei quando vi Anna Ellisa : estava na cozinha vestindo uma roupinha de dormir, que consistia em uma mini blusa e um shortinho, ambos de tecido branco e transparente.. Com aquela cara de safada, perguntou se eu tinha dormido bem, e me desejou bom dia....Eu respondi, com ar timido...Ela estava queimada de sol, com a marquinha do biquini bem pronunciada e vestia a roupinha com uma calcinha bem cavada por baixo : resumindo : ela estava um TESÃO, e eu a devorei de cima a baixo...

Ela perguntou se eu queria café  e eu gaguejei que sim.....eu não sabia como agir, parecia que ela queria me torturar...como se fosse normal uma mulher receber um cara na sua casa , vestida apenas com uma roupinha de dormir, ela foi preparar o meu  café....Eu não tirava os olhos da sua bunda e de todo o seu corpo .

A situação estava a ponto de me fazer explodir de tesão....ela me disse que o menino já tinha ido prá escola e que o Ricardo ainda estava dormindo..."aquele lá tem o sono pesado", ela me disse, com olhar malicioso.." o mundo pode cair e ele não nota."..Eu estava sentado à mesa da cozinha , meu pau estava duro que nem pedra, ela se abaixou para me servir o café..Com a xicara na mão, ela olhou para mim e disse :" aquele lá não nota nada..só pensa em trabalho.você também é assim ?".."Ñão", eu balbuciei, rouco de tesão..
" Que inveja da sua namorada.', ela falou....Se aproximou de mim e ficou na minha frente, com a virilha quase encostada na minha cara, com o pretexto de pegar o açucar, que estava num armário atrás de mim..esse movimento fez com que a sua barriguinha roçasse quase nos meus lábios...

Eu fiquei tonto de tesão e a puxei para mim. coloquei-a sentada no meu colo, de frente prá mim, sentindo as dobras  da sua xoxota, sendo comprimida contra  o meu pau...Imediatamente comecei a beijar sua boca, muitas e muitas vezes, loucamente, enquanto alisava, e apertava suas coxas..Nos beijamos muitas e muitas vezes, doidos de tesão...Isso fez com que a parte inferior da sua roupinha, ficasse imediatamente úmida, e transparente,..Senti a umidade na minha roupa também...

Ouvimos um barulho no quarto do casal e logo em seguida o barulho do chuveiro...Ela foi para o quarto, voltou com um roupão por cima do pijaminha e Ricardo apareceu alguns minutos depois. Eu estava já na mesa da cozinha, tomamos café e saímos...Entre eu e Anna Elisa, houveram apenas alguns olhares cumplices...

No escritório, eu ainda estava louco de tesão, não consegui me concentrar..Uma meia hora depois, inventi uma desculpa e saí. Em cinco minutos estava no apartamento  de Ellisa.. Me anuncei pela portaria e subi..

A porta estava aberta e nem nos falamos.. logo que entrei, ela trancou a porta e começamos a nos beijar. Ela estava com um short jeans e uma camiseta, nos beijamos muitas e muitas vezes e eu a apertava e a acariciava loucamente..

Como eu não estava mais aguentando de tesão, abri o short dela selvagemente, arrancando o botão de cima e rasgando o ziper..Abaixei o  shortinho e a calcinha e rapidamente, beijando-a desesperadamente, invadi sua buceta com tres dedos, sentindo sua umidade e excitação . Ela se contorcia na minha mão, no ritmo dos meus dedos que a estocavam..masturbei-a delicadamente e depois com muita vontade, ela começou a gemer e era uma delícia saber que os gemidos dela eram provocados pela ação das minhas mãos..

Eu me levantei e a carreguei agarrada em mim, com as pernas abraçando meu tronco..A carreguei para o quarto do menino e a deitei no colchão e arranquei a camiseta dela., .Nos beijavamos sem parar e logo estavamos nús, um para o outro..Ela veio por cima de mim, chupando meu pescoço, meu peito e me
lambia, chupava, mordia e ela avançou em direção ao meu mastro e me masturbou deliciosamente e depois , lambeu e chupou o pau, as bolas, mordiscou a extensão do pau bem devagarinho , senti arrepios pelo corpo todo, estava quase gozando,mas não queria gozar ainda....Estava louco de tesão de chupar ela...

Virei-a de costas e comecei pelo cu... agarrei seus quadris... abraçando suas coxas... minha língua tentava penetrar seu rabinho... lambuzava seu reguinho com a minha saliva... subia pra entradinha da buceta dela... tinha um cheiro delicioso, e estava completamente ensopada de tesão... o líquido dela lambuzava tudo, suas coxas, minha cara, ia até os joelhos dela... eu lambia os pequenos lábios... apertava o grelinho dela com a língua, sugava eles pra dentro da minha boca... mordia de leve com os dentes... Anna Ellisa parecia  alucinada, não falava coisa com coisa... só se contorcia com os ombros e sua coluna que parecia de borracha...gemia de tesão...sussurava de gozo...
- Aiii... me fooodeeee !!! - ela disse - Me chupa todinha... ai... ui... caralho nunca senti isso...

Eu chupava, apertava, lambia e mordia toda a extensão da buceta , dava tapas na sua bunda...de repente... enfiei um dedinho no cuzinho dela .. Ela teve um gozo instantaneo... e depois gozou de novo, enquanto eu a masturbava.... eu segurei com mais força ainda e terminei de chupar até ela parar de gozar...

Deitei-a de barriga pra cima na cama abri-lhe as pernas e encaxei meu pau na sua racha quente e molhada, fazendo-a arquear os quadris a procura de mais prazer. Fui batendo com força, enfiando meu pau nela, aumentando os movimentos e em seguida roçando devagar, com tesão, mexendo levemente  os quadris, nos olhávamos cheios de desejos e eu senti o gozo chegando. ..Virei-a e pedi que ficasse de quatro...Ela atendeu prontamente . Com uma deliciosa selvageria eu segurava seus quadris, iamos e voltavamos ao ritmo do nosso tesão, nessa posição cão-cadela, comecei a morder sua orelha e a apertar seus seios e a puxa-la pela cintura e senti meu corpo estremecer , me contorci, vi tudo rodando e gozei, esporrei fartamente dentro dela, aos trancos...
. Ainda atracados, deitei-me por cima dela, ainda de pau duro, esporrando,
Algum tempo depois, recomeçamos...

Essa foi a primeira de uma série de aventuras desse tipo que vivemos juntos...